Equipes de venda despreparadas e preparadas para fazer um bom atendimento

Você faz parte de uma equipe de vendas preparada para fazer um bom atendimento? Confira o que são equipes preparadas e despreparadas e encontre-se! Equipes despreparadas

1. Apresentam-se mal uniformizadas, em grupos, fazendo “rodinhas”, mascando chicletes, fumando e discutindo as fofocas do dia anterior.

2. Permanecem conversando em rodas, cabisbaixos, braços cruzados, mãos no bolso e sorrisos amarelos.

3. Conhecem os tipos de clientes pelo “jeitão” que estão vestidos e definem com antecedência que não irão comprar nada.

4. Normalmente, quando os clientes só perguntam os preços, a equipe vai logo dizendo: “Não se preocupe porque fazemos em até dez vezes”.

5. Eventualmente, os clientes só estavam procurando algo e vão logo dizendo: “Quando precisar de alguma coisa é só me procurar.”

6. Durante a conversação com os clientes, tornam-se autoritários e agressivos, monopolizando a conversa, transformando o atendimento em uma venda de “malho” e ainda chamam mais colegas para ajudar.

7. Quando estão conversando com os clientes utilizam-se de palavras negativas e de insegurança, tais como: dificuldade, impossível, atraso, nunca, etc. Ou então: não sei bem, talvez, pode até ser, acho que, etc.

8. Durante a conversação com os clientes conhecidos esbanjam intimidades e gírias: “Meu querido, paixão, tudo em cima, tá limpo, etc.”

9. Quando são interrompidos por outros clientes, dizem: “Um minutinho só que já vou atendê-los.” Porém, dificilmente retornam.

10. Se os clientes decidem que não vão comprar nada, argumentam: “É bom levar, pois não vamos mais ter desses.”

11. Se os clientes questionam sobre a qualidade do produto que está sendo testado, respondem: “Os do concorrente são muito piores.”

12. Após o funcionamento do produto, se os clientes querem garantias e certificações dos produtos, respondem: “Não é conosco, só com a gerência ou o fabricante, aliás, não me lembro de que alguém tenha reclamado.”

13. Se, durante a negociação, os clientes demonstram interesses por produtos baratos, encaminham os clientes para o fundo da loja dizendo: “Eu acho que tenho alguma coisa por aqui bem baratinha.” Ou ainda: “A seção de saldão é lá no fundo.” E sai.

14. Quando os clientes argumentam que os preços estão caros, dizem: “Realmente, em loja grande ou de shopping sempre é mais caro.”

15. Se os clientes querem negociar descontos, falam: “O senhor não sabe, mas a situação está tão difícil que não há possibilidades de desconto nem para mim.”

16. Se os clientes querem comprar a prazo dizem: “Será necessário fazer o seu cadastro, mostrando a fila de espera.”

17. Quando o cliente questiona o prazo de entrega, procuram responder mentindo com convicção: “A entrega é em dois dias, nunca além disso.” ? mas o compromisso da empresa é de um até cinco dias.

18. Após o fechamento da venda, perguntam ao cliente: “Mais alguma coisa?”

19. Quando o cliente já está fazendo o pagamento, falam a distância: “Qualquer reclamação ou se precisar trocar me liga, é só falar comigo.”

20. O cliente já está saindo da loja e indo embora, dizem: ” Valeu hein?”

21. Quando o cliente retorna a loja após alguns dias, falam: “Lá vem reclamação, conheço pelo cheiro, se me procurar, digam que ainda não é o meu horário, ou saí de férias.”

22. Quando a equipe é convocada para treinamentos, saem dizendo: “Odeio treinamento, acho que não vamos entrar”. E no final do mês, quando são cobradas por não atingirem as metas, saem dizendo: “Também não temos qualquer treinamento!”

Equipes preparadas

1. Incorporam os padrões da empresa, eliminam os vícios particulares e posicionam-se nas áreas de atendimento estrategicamente.

2. Exercitam na prática que o corpo fala e por isso buscam manter-se ativos, alegres, sorridentes e disponíveis.

3. Desvinculam-se da “bola de cristal e da futurologia”. São inteligentes para entenderem que os clientes ao entrarem em uma loja necessitam de serviços.

4. Orientam-se, na apresentação, no funcionamento, nas vantagens e finalmente no preço do produto, utilizando-se de uma metodologia de atendimento.

5. Acompanham visualmente, orientando-se pelas paradas diante dos produtos ou conjunto deles. E quando o cliente levanta os olhos na busca de orientação, apresentam-se para auxiliar nas técnicas e benefícios dos produtos.

6. Jamais adotam uma postura arrogante ou prepotente e não monopolizam a conversação. Sabem que na negociação “o ato de ouvir” é mais importante que ficar só falando.

7. Transmitem segurança, agindo positivamente diante do cliente, fazendo com que acreditem nos benefícios ao adquirirem os produtos. Dessa forma, estarão realmente atendidos em suas necessidades.

8. Apresentam-se cordiais e profissionais, buscando manter as relações com os clientes. Acreditam que conquistar não é difícil, o difícil é manter as conquistas.

9. Exercitam o trabalho em equipe e procuram ajuda com os membros da equipe, pois todos são preparados para um atendimento uniforme, além de valorizarem sempre o tempo do cliente, que jamais deve esperar.

10. Realizam o atendimento como se fosse o primeiro e jamais como se fosse o último. Assimilaram a idéia de que na loja só entram clientes para uma só compra.

11. Por questão de ética e postura, nunca utilizam argumentos que venham depreciar a concorrência ou os produtos. Sugerem aos clientes avaliarem se os produtos apresentados pela concorrência são iguais aos demonstrados.

12. Apresentam, com clareza, todas as garantias e certificações, bem como a forma de atendimento ? setores, assistências técnicas, telefones, endereços, etc.

13. Uma empresa preparada garante, para sua equipe de vendas, uma linha de produtos que obedece rígidos critérios de qualidade e preços.

14. Nunca transformam um atendimento em uma agressão e humilhação. Dirigem as conversações e suas importâncias, deixando claro todos os pontos que agregam valores aos produtos e aos preços.

15. Jamais incluem posições pessoais ou de ordem interna. Procuram apresentar todas as possibilidades de negociações à vista e a prazo.

16. Um atendimento de 1 real ou 100 mil reais são reconhecidos como iguais. Somente a negociação poderá ser diferente.

17. São comprometidos com os procedimentos da empresa, valorizando cada etapa do atendimento: antes, durante e a pós-vendas.

18. Compreendem claramente que todos os clientes adquirem produtos ou serviços e nunca “coisas”.

19. A única estrela é o cliente. Portanto, procuram esclarecer todos os pontos da negociação antes de ele ser encaminhado para o caixa.

20. Encerram o atendimento acompanhando o cliente até o caixa dizendo: “Muito obrigado.”

21. Eventualmente, quando procurados, demonstram entusiasmo em receber novamente o cliente e se desdobram para dar continuidade no atendimento.

22. Cumprem as cotas e metas propostas e exigem da gerência o maior número de treinamentos ? administrativos, comerciais e operacionais.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima