Existe traição pela Internet?

Relacionamentos pela Internet, apesar de aproximar muitas pessoas que de outra forma nunca se encontrariam, estão cheios de dificuldades. Se você é solteiro e encontra alguém na Internet, enfrenta problemas potenciais, como a separação geográfica, que torna o progresso do relacionamento difícil. Relacionamentos pela Internet, apesar de aproximar muitas pessoas que de outra forma nunca se encontrariam, estão cheios de dificuldades. Se você é solteiro e encontra alguém na Internet, enfrenta problemas potenciais, como a separação geográfica, que torna o progresso do relacionamento difícil. Além disso, uma ligação na Internet impede que você esteja “emocionalmente disponível” para encontrar alguém mais próximo. :

Infelizmente, temos ouvindo cada vez mais pessoas cujos relacionamentos existentes estão sendo ameaçados por romances na Internet. Onde deve ser traçado o limite entre o comportamento aceitável e comportamento perigoso ou inaceitável? Muitas pessoas acham que relacionamentos pela Internet são aceitáveis por não cruzarem ?a fronteira do sexo?. Nós discordamos. Qualquer relacionamento ou ?contato? com outra pessoa que o afaste do relacionamento com seu parceiro é perigoso. Que a relação sexual ainda não ocorreu e pode nem ocorrer é irrelevante nas ligações pela Internet: ainda há enganação. :

Ter uma relação íntima pela Internet mantém você constantemente na bolha do amor novo porque não existe pressão do mundo exterior. Existem apenas você e sua crença nesse parceiro perfeito, que é sempre compreensivo e disponível. :

Relacionamentos pela Internet não são profundos, mas levam seus participantes a pensar que são. De fato, eles são superficiais já que não existe nenhum dever de atenção associado a eles e nenhuma checagem quanto à realidade. :

É claro que existe uma pequena percentagem de pessoas que desenvolveu um relacionamento maravilhoso e, então, passou a ter um relacionamento normal no dia-a-dia com alguém que conheceu na Internet. No entanto, alertamos que essas pessoas são uma minoria. :

Jo Lamble & Sue Morris são autores do livro Nosso louco amor (Editora Fundamento).

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima