Guia de Negociação para Mulheres

As mulheres compram metade dos carros novos produzidos no mundo todos os anos, mas há estudos mostrando que elas acabam pagando até 40% a mais do que os homens. No Brasil, elas recebem por seu trabalho, em média, 69 centavos para cada real que um homem ganha. E, quando chegam em casa, saem perdendo novamente: na divisão de tarefas domésticas, fazem muito mais. Não é de se espantar, portanto, que tantas mulheres sejam péssimas negociadoras.

Neste bem-humorado Guia de Negociação, há histórias de donas-de-casa e executivas que descobriram o caminho para chegar a acordos vantajosos para os dois lados. Ele ensina a pôr um freio em todos aqueles traços de ?boazinha? que levam mulheres inteligentes a fechar a péssimos negócios; dizer ?não? sem gaguejar e pedir diretamente o que deseja. Veja estes trechos:

“A negociação está pegando fogo e você ainda precisa de mais algumas concessões para fechar o negócio. Aí, o rosto do sujeito do outro lado da mesa começa a ficar vermelho. Aparecem veias em seu pescoço e na testa. Você pode escutar sua respiração áspera. Ele está quase explodindo, espalhando sua venenosa raiva por toda a sala. O que você deveria fazer agora?

Fácil, diz a advogada Lisa. Sorria com meiguice e mantenha-se firme. “Algumas pessoas têm violentos ataques temperamentais”, diz ela. “Os homens tentam intimidar as mulheres. Pode ser um instrumento de grande eficácia porque a maioria ainda não aprendeu a lidar com esse tipo de coisa. Elas acham que estão lidando com o bicho-papão”.

Imagine uma maneira de neutralizar a situação. Jamais se envolva em um campeonato de gritos, pois não a levará a lugar nenhum. “Eu jamais grito”, insiste Lisa. Em vez disso, respire fundo e diga: “Acho que está ficando um pouco quente por aqui. Não gostaria que a nossa conversa degenerasse. Que tal uma pausa?” Saia para dar uma caminhada. Se for seguida, vá direto para o banheiro feminino.

Lisa dá outra dica para o caso de você ter de enfrentar uma pessoa agressiva: “Acho muito eficaz levantar o indicador e dizer: não, não, não e não!”. Isso funciona com os homens. Eles se sentem voltando aos bancos escolares e prestam atenção.”

“Você não pode construir uma reputação baseada no que você ainda vai fazer” – Henry Ford

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima