Humor-Junho 2004

Poucas palavras

Vez por outra se diz que o inglês é uma língua muito mais sintética que o português. Entretanto, não é o que vemos no dia-a-dia. Veja essas traduções.

?É…? ? 1. quando usado como resposta a uma narrativa: ?esse caso é deveras interessante e complexo. Aliás, ele desafia qualquer definição ou o acréscimo de qualquer palavra de julgamento. Ou então eu estou apenas com preguiça de te responder?. 2. quando usado como resposta à pergunta ?como vão as coisas/o projeto/o trabalho?? significa: ?Podia estar melhor. Na verdade, estão acontecendo aí um monte de coisas que você não gostaria de saber. Mas, querendo ou não, eu vou te contar?.

?Não, veja bem…? ? locução usada em modo de defesa: ?você quer parar de me acusar um pouco até eu conseguir descobrir uma maneira de me defender? Espera um pouco até eu inventar uma desculpa, caramba.?

?Até dá? ? cinco letras usadas como resposta a um pedido ou idéia que significam ?a gente não vai fazer isso nem em um milhão de anos, portanto desista logo de uma vez, ou eu vou ficar enrolando essa decisão por meses, e no final, você vai receber um não do mesmo jeito?.

Realidade e ficção

Por Brasílio Andrade Neto

Mais um caso em que a realidade supera a ficção.

Los Angeles, em uma delegacia qualquer está ocorrendo uma daquelas cenas que a gente só vê no cinema: uma fila de suspeitos de assalto a um banco em frente a uma parede branca.

O policial encarregado pede que cada um deles repita a frase “Passa a grana ou eu atiro”. Um dos suspeitos protestou:

? Pera lá, não foi isso que eu disse!

Foi preso na hora.

Cartoon

“Eu gostaria que você trabalhasse mais, e ficasse menos tempo olhando por cima dos ombros de seus colegas.”

Frase: ?O homem que nunca cometeu um erro nunca cometerá nenhuma outra coisa? – G. Bernard Shaw

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima