Já nasci vendedor? Ou qualquer um pode se tornar um grande vendedor?

Qualquer um pode se tornar um grande vendedor?

Normalmente, as pessoas me fazem essa pergunta em minhas palestras. Parece que necessitam de uma confirmação para saberem se estão na profissão certa ou errada – algo que justifique fracassos ou vitórias.

Existem vendedores natos (que nasceram para isso, pessoas que têm uma alta habilidade em assimilar informações), mas são raros – como em toda profissão. E também há aqueles capacitados (que através de treinamento e uma grande vontade de vencer na carreira se tornam ótimos profissionais). No entanto, o fato é este: ninguém nasce médico, jogador, artista, engenheiro ou vendedor. O médico, na hora do parto, não olha para uma etiqueta que vem anexada ao bebê e diz: “Esse será vendedor quando crescer…” e assim por diante.

Na verdade, cada indivíduo nasce com uma predisposição genética, por exemplo: Pelé nasceu para jogar futebol; Elvis, para cantar; Jack Welch, para liderar; Phelps, para nadar; Mike Tyson, para lutar boxe; Mel Gibson, para atuar, etc. Mesmo assim, tomando esses nomes como exemplo, são minorias. Com certeza, todos poderiam ser vendedores, mas provavelmente não seriam brilhantes em suas carreiras. Isso porque existe uma coisa chamada talento – você tem ou não tem.

É por isto que encontramos algumas pessoas que brilham e alcançam resultados extraordinários em vendas: elas nasceram com talento para vender assim como Elvis nasceu com talento para cantar. No entanto, em todo o tempo em que fui vendedor, lembro-me de raros nomes que se destacaram por serem natos, mas de vários profissionais que brilharam por se dedicarem ao trabalho.

Então, chegamos à seguinte conclusão: qualquer ser humano pode aprender a realizar um ofício, mas somente alguns terão o “dom natural” de fazer algo especial. No entanto, não desanime se (assim como eu) você não faz parte desses privilegiados que nasceram para ser campeões de vendas. Ainda assim, poderá alcançar altíssimos resultados e ficar rico em vendas, e isso dependerá de três fatores.

1. Estudar – Ler e se aprimorar em cursos e palestras para aumentar seu conhecimento.
2. Trabalhar duro – O sucesso em qualquer área é sempre conseqüência de muito esforço e dedicação.
3. Trabalhar na empresa (ou área) certa – Existem excelentes organizações com possibilidade de planos de carreira, além de ótimos mercados lucrativos a serem explorados. Trabalhar no mercado errado ou na empresa derrotada não o levará a lugar algum.

Resumindo: as pessoas nascem com aptidão para vendas. Uns nascem com uma enorme facilidade para realizar algo, enquanto outros precisarão de mais esforço e dedicação para se destacarem. Agora, uma importante questão a se refletir é outra: o vendedor(a) está feliz em seu trabalho? Está 100% presente e satisfeito ou o corpo está no lugar e a cabeça no espaço? Quando encontramos algo que realmente gostamos de fazer, isso deixa de ser trabalho e passa a ser um prazer, uma diversão. Aí sim, a vida profissional decolará rumo ao topo!

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima