Madalosso: uma empresa de sucesso baseada em amor e dedicação

Madalosso: uma empresa de sucesso baseada em amor e dedicação As coisas não iam muito bem para a família de imigrantes italianos. A produção de uvas não estava dando lucro e parecia que a situação nunca ia melhorar. Na região em que moravam (no bairro de Santa Felicidade, Curitiba, PR), dois restaurantes já trabalhavam com comida italiana. Certa vez, um gaúcho chegou até aquele local e também abriu seu restaurante. O gaúcho, que deve ter percebido que o seu negócio era mesmo o churrasco, notou que o restaurante italiano não iria para frente em suas mãos e, por isso, colocou-o à venda. Foi aí que as características empreendedoras de Flora Madalosso, que até então tinha pouco mais de 20 anos, entraram em ação.

O ano era 1963, e a recém-casada Flora queria poder construir ao lado de seu marido uma família próspera e feliz. Então, o casal decidiu comprar o restaurante. ?Naquela época, a gente não tinha condições financeiras, mas mostramos ao meu pai que aquele negócio podia prosperar. Então, ele vendeu uns terrenos, nos fez um empréstimo e conseguimos dar uma entrada no restaurante. Para pagar o resto, tivemos de parcelar em várias vezes?, conta.

O começo ? As coisas não foram fáceis no começo da batalha pelo sucesso do empreendimento. Sem funcionários, dona Flora tinha de se virar até mesmo com as coisas mais simples de um restaurante que tem seu cardápio baseado na carne de frango: matar galinhas. ?Quando a gente abriu o restaurante, em abril de 1964, nem câmara fria a gente tinha. Eu mesma matava os frangos e preparava a comida?, explica.

Além disso, o restaurante, que em homenagem à família italiana recebeu o nome de Madalosso, podia receber apenas 24 clientes ao mesmo tempo. Não demorou muito para que o espaço começasse a ficar pequeno ? era hora de expandir.

A princípio, reformas foram feitas. Depois de algumas mudanças, ele já tinha capacidade para receber quase 80 pessoas ao mesmo tempo. Aliás, a comida servida por dona Flora e sua equipe fez tanto sucesso entre curitibanos e turistas que só as reformas não bastaram para recepcionar todas as pessoas interessadas em saboreá-la.

O ?novo? Madalosso ? Em 1970, dona Flora, como uma boa empreendedora, percebeu que era preciso investir em uma nova sede. O local escolhido foi um enorme terreno que fica exatamente na frente do ?velho? Madalosso. ?Nessa época, a gente ainda não estava tão bem financeiramente, mas vimos que o que tínhamos era suficiente para começar esse novo empreendimento?, declara. Com a construção do grande restaurante, o primeiro passou a se chamar Velho Madalosso.

Mesmo atendendo nos dois restaurantes ao mesmo tempo, o número de clientes não parou de crescer e, aos poucos, foram construídos mais salões no grande Madalosso e colocadas mais mesas e cadeiras. Hoje, ele pode receber 4,6 mil pessoas ao mesmo tempo e já chegou a servir quase 70 mil pessoas em um único mês, como aconteceu em dezembro de 2006, em que 69,4 mil clientes passaram pelo restaurante.

Fórmula do sucesso ? Todo o sucesso do empreendimento da família Madalosso tem suas razões. ?Desde os tempos do primeiro Madalosso, trabalhamos muito em cima da propaganda. A gente distribuía panfletos no centro da cidade, fazia propaganda boca a boca e colocamos uma placa grande na frente do restaurante ? o que era uma inovação na época?, afirma. Além disso, o bom atendimento feito por todos que lá trabalham (e gerenciado diretamente por dona Flora), a qualidade dos alimentos servidos e o amor que a empreendedora tem por tudo o que construiu são com certeza fortes diferenciais.

Panorama ? Hoje, Santa Felicidade não tem apenas três restaurantes, mas dezenas de empreendimentos que buscam estar sempre se diferenciando para conquistar a confiança dos clientes. O Madalosso não tem só três funcionários (dona Flora, seu marido e mais um garçom), e sim 180. Em quase 50 anos de funcionamento, o restaurante recebeu vários prêmios: em 1985, entrou para o Guinness World Records, livro mundial de recordes, por ser o maior restaurante da América Latina. Em 2003 e 2004, foi lembrado pelo prêmio Top of Mind Universitário e recebeu a Estrela da Identidade Italiana ? título concedido pelo governo italiano.

Dicas de Empreendedorismo de dona Flora Madalosso

Depois de alcançar o sucesso com seus restaurantes, dona Flora dá dicas para quem deseja empreender e não sabe como:

– Em primeiro lugar, trabalhe muito. Viva para o seu empreendimento.
– Seja honesto consigo, com seus funcionários e com seus clientes. Essa é uma forma de você começar a buscar seu espaço.
– Tenha força de vontade. Não desista no primeiro tombo, pois é normal que aconteçam alguns imprevistos no começo de uma empreitada.

O que você pode aprender com o Madalosso

Pode ser que no começo de seu empreendimento você tenha de matar galinhas (não exatamente as mesmas galinhas que dona Flora matou), pode ter de passar um pouco de aperto financeiro para atender melhor seus clientes ou ?viver para o seu empreendimento?. Mas pense nas recompensas que isso pode trazer no futuro e empreenda com sucesso!

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima