Marketing Multinível de Resultado

Como usar o Marketing Multinível para ter mais lucros em seus negócios Amway, Herbalife, MegaBônus, MonaVie. É provável que um ou mais desses nomes lhes sejam familiares, pois todos apresentam um aspecto em comum: são empresas com sistema de distribuição baseado no chamado Marketing Multinível (MMN), também conhecido como Marketing de Rede, em inglês, Multi Level Marketing (MLM) e Network Marketing, respectivamente.

O princípio é a comercialização de produtos ou serviços diretamente para o consumidor por meio de uma rede de distribuidores independentes ? pessoas físicas sem vínculo empregatício com a companhia provedora. Entretanto, o propósito deste artigo não é apresentar conceitos.

Quero conversar com aqueles que já atuam nesse sistema ou que estejam tentados a fazê-lo.

Talvez, você imagine que estou intimamente envolvido com esse sistema e o conheço muito bem. Ledo engano. Não trabalho nem trabalharei com marketing de rede, embora já tenha sido convidado inúmeras vezes para ingressar nessa empreitada. Não que eu não acredite em sua viabilidade. Na verdade, vejo no MMN uma ótima oportunidade de negócios, com potencial para lucros espetaculares! Contudo, apenas para aqueles que passarem pelas dez peneiras discriminadas a seguir:

1. Tempo ? Esqueça essa história de ?ganhe uma renda extra?. Primeiro, porque você não vai ganhar nada. A tal renda não cairá do céu, a menos que você faça por merecer. Segundo, porque MMN demanda dedicação, empenho e, principalmente, tempo. Os resultados não surgirão com apenas duas ou três horas de trabalho nos fins de semana. Se você pretende atingir ganhos significativos, precisará fazer um planejamento para tornar esse negócio sua principal atividade ao cabo de poucos meses ? com grande entusiasmo.

2. Relacionamento ? Para dar início ao processo, será necessário acionar seus contatos, oferecendo o produto às pessoas de seu círculo de relacionamentos. No entanto, deverá fazê-lo com seletividade, o que significa escolher indivíduos que realmente possam se interessar em usar o produto continuamente e, em seguida, promover sua difusão a terceiros, ampliando a rede.

3. Comunicação ? Estamos falando de venda, então, um dos fatores determinantes do sucesso dela será sua capacidade de comunicação verbal, dialogando com seus prospects; escrita, preparando peças publicitárias, materiais de divulgação e informativos; e interpessoal, fazendo bom uso da expressão corporal e outros signos. Jamais se contente em ficar limitado ao material e instruções fornecidas pelo provedor.

4. Investimento inicial ? O ideal é dispor de recursos financeiros próprios, suficientes para bancar a aquisição do kit de adesão, e um primeiro lote de produtos sem que isso comprometa seu orçamento pessoal. Agora, você pode lançar mão da ousadia e decidir até atrasar o pagamento do aluguel a fim de direcionar seu capital para o negócio, desde que esteja disposto a trabalhar com afinco para alcançar retorno com a máxima brevidade e correr os riscos correspondentes.

5. Manutenção ? De nada adianta romper a barreira anterior, do investimento inicial, e não ter fôlego para dar continuidade à atividade exatamente quando ela começa a suscitar perspectivas de êxito. Você está diante de uma oportunidade de negócio e, como tal, um mínimo de capital de giro se faz necessário. Não bastam recursos para o kit inicial, você precisará de dinheiro para trabalhar a divulgação, comunicação e seu deslocamento. Evite cometer o erro clássico daqueles que compram o primeiro carro financiado olhando apenas para o valor da prestação e esquecendo das despesas com licenciamento, impostos, seguros, manutenção e provisão para eventuais avarias.

6. Transparência ? Já conheci muita gente envolvida com MMN e, invariavelmente, pude vê-las perdendo grandes amizades ou colhendo conflitos familiares por terem colocado as pessoas no negócio sem que elas compreendessem sua magnitude. Entenda que pouco vale incluir alguém em sua rede se for para uma única compra. Explique tudo sobre o produto e sistema, apresentando prós e contras, subsidiando, com informação qualificada, seu interlocutor para que ele possa tomar uma decisão qualificada.

7. Persistência ? Para subir na hierarquia e alcançar bônus crescentes, você terá de trabalhar duro. Nessa trajetória, esteja certo de que contabilizará mais respostas negativas que positivas à sua oferta de associação e, a menos que encontre um nicho adequado para explorar, o índice de aceitação será, possivelmente, bastante baixo. Nesse momento, esmorecer será meio caminho para a derrota.

8. Determinação ? Faça planejamento, trace metas, estabeleça uma visão de futuro, sinalize aonde quer chegar e sonhe alto. Nada pode ser mais medíocre que ter sonhos pequenos e eles se realizarem. A persistência é o combustível, enquanto a determinação é o motor. A persistência é seu caminho e a determinação é sua estação de chegada.

9. Conhecimento do negócio ? Aprenda tudo sobre a empresa, produto e mercado. Conheça os concorrentes e avalie seus pontos fortes e fracos. Torne-se um expert no assunto. Entenda que você não estará vendendo cosméticos, shakes ou cartão de crédito, e sim beleza, alimentação saudável e comodidade ? em outras palavras, venderá benefícios.

10. Comprometimento ? Em marketing de rede, comprometimento significa mais que perseguir metas e exercitar a determinação. Representa mais atenção com os membros da rede e respeito aos princípios e valores da empresa representada. A quintessência é apenas usar o produto, essa é a melhor maneira de torná-lo confiável e desejável. Para persuadir, dê o exemplo.

Note que essas dez peneiras envolvem aspectos técnicos (conhecimento do negócio e gestão de recursos), comportamentais (persistência, determinação e comprometimento), relacionais (comunicação e relacionamento) e valorativos (transparência). Todos eles podem ser praticados e desenvolvidos, porém têm de passar antes pela maior de todas as restrições: o tempo. E isso não é uma questão de boa ou má gestão, mas de opção e renúncia. É por essa peneira que nunca passei.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima