Medidor de motivação

Some entusiasmo com motivação e celebre vitórias

Será que existe algum medidor de motivação? Algum instrumento ou ferramenta de análise que, uma vez aplicada, consiga dizer se o grau de motivação está baixo ou alto? A minha resposta é: esqueça! Motivação é como gravidez, ou você tem, ou não tem. Esta história de “estou pouco motivado” ou “precisamos motivar mais o grupo” é completamente equivocada.

Motivação x Entusiasmo

Hoje, pela manhã, estava meio para baixo, meio sorumbático, com cara de abatido por conta de algumas notícias que recebi acerca de nossa equipe. Mas exatamente porque minha motivação estava firme e clara, consegui reacender meu ânimo, meu entusiasmo, definindo novos caminhos, novos ajustes e acertos para superar o problema. Epa! Parece que temos aqui um fato novo para discutirmos. Quer dizer que podemos estar para baixo e ainda assim motivados? Quer dizer que entusiasmo ou empolgação não tem nada a ver com motivação? A resposta é sim! Precisamos separar as coisas.

Vamos a algumas situações. Conheço gente com muito entusiasmo e ânimo, mas sem motivação, que em pouco tempo se desvanece em choro e depressão, além de fracasso e derrota. Conheço gente que parece sorumbática, abatida, mas que não se entrega, não se deixa vencer e, apesar das contrariedades, segue com perseverança a busca de suas conquistas. Parece contraditório, paradoxal, e é. Mas é real.

Poderíamos até admitir alta e baixa motivação do ponto de vista qualitativo, mas não quantitativo, ou seja, pouco motivado seria alguém que não tem ainda bem claro e definido seus reais motivos para perseguir suas conquistas. Sua definição de motivação ainda é vaga e nebulosa. Por outro lado, altamente motivados seriam aqueles que sabem bem os porquês de quererem e se comprometerem a buscar seus objetivos, sonhos e vitórias.

Partindo desse pressuposto, poderíamos cruzar motivação com entusiasmo e teríamos o seguinte:

  • Alta motivação x alto entusiasmo: positivos, comprometidos e vitoriosos.
  • Alta motivação x baixo entusiasmo: resistentes, mas preocupados, ansiosos e , às vezes, negativos.
  • Baixa motivação x alto entusiasmo: empolgados, mas pouco perseverantes.
  • Baixa motivação x baixo entusiasmo: derrotados, fracassados, tristes e negativos.

Motivação + Entusiasmo

Entenda que sua motivação tem a ver com o que você pensa do futuro, com seus ideais e as fortes e inegociáveis razões para consegui-los. O seu entusiasmo tem a ver com sua auto-estima, com sua fé, com a crença que tem acerca de si mesmo, com a forma como enxerga o mundo, os problemas, os obstáculos, bem como as oportunidades.

É mais ou menos assim: seus objetivos dizem respeito ao o quê você quer. Sua motivação diz respeito aos porquês de querê-los. Seu entusiasmo diz respeito ao quanto você quer isso, quer dizer, é a energia depositada na conquista do objetivo. Isso tem a ver com o quanto você se ama, com o quanto você acha que merece conquistar e celebrar essa sonhada vitória.

Quando seu ânimo estiver baixo, a energia minguada, rosto abatido, mente confusa, questione se o seu problema é de falta de motivação ou falta de entusiasmo. Se for falta de motivação, descubra quais razões seriam fortes suficientes para fazê-lo se mover, que necessidades você pode se impor para querer alcançar. Se a sua deficiência for de entusiasmo, leia reflexões positivas, biografias de pessoas que venceram superando seus obstáculos, converse com pessoas positivas, visualize a conquista que você tanto deseja, torne-a palpável através de imagens físicas e mentais. Entusiasmo é combustível. Motivação é direção. Para vencer bem, precisamos das duas.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima