Motivação no trabalho: As 10 coisas que mais motivam as pessoas

Motivação no trabalho: As 10 coisas que mais motivam as pessoas

Entenda quais são os principais fatores que geram motivação no trabalho e crie o cenário ideal para ter uma equipe engajada e de alta performance

Uma reclamação frequente que tenho ouvido em workshops, palestras e trabalhos de consultoria é que está difícil achar pessoas para contratar. Note que não é nem mais “está difícil de achar pessoas qualificadas para contratar” – é qualquer tipo de pessoa mesmo!

Outra reclamação é a de que a rotatividade em algumas áreas está muito alta. “As pessoas saem por causa de R$ 50,00 e um VT”, reclamou o outro dia um empresário.

Pois é – as pessoas têm cada vez mais opções de escolha e muitas empresas estão seriamente atrasadas em relação ao processo necessário de adaptação e evolução para um mercado cada vez mais competitivo em termos de mão de obra.

Basicamente é mais um motivo de uma extensa lista para que as empresas finalmente fiquem sérias em relação a desenvolver e motivar suas equipes, diminuindo turnover e aumentando a produtividade através de mudanças internas na cultura da empresa (e não apenas aumentando salários e benefícios, que são necessários, mas não o único caminho ou opção).

Motivação no trabalho: As 10 coisas que mais motivam as pessoas

Motivação no trabalho: os 10 fatores mais importantes para o seu time

Richard Florida, citado por Seth Godin no livro “Linchpin”, fez uma pesquisa com mais de 20.000 profissionais no mundo inteiro e chegou a uma lista de 10 coisas que mais motivam as pessoas no trabalho:

  1. Desafios e responsabilidade;
  2. Flexibilidade (para tomar decisões, inclusive em relação a horários);
  3. Ambiente estável de trabalho (rotatividade provoca mais rotatividade);
  4. Dinheiro/remuneração;
  5. Desenvolvimento pessoal;
  6. Reconhecimento;
  7. Chefe e colegas que dão apoio;
  8. Tarefas motivadoras;
  9. Cultura da empresa;
  10. Localização.

Note que dessas 10, apenas uma está relacionada diretamente a dinheiro.

Outra (localização) é basicamente fixa (o deslocamento em grandes cidades está cada vez pior e isso é fator determinante para muita gente). São o que chamaríamos de ‘fatores extrínsecos’.

Mas os outros 8 itens são fatores intrínsecos – as pessoas querem se desenvolver, querem novos desafios, querem flexibilidade para tomar decisões, querem reconhecimento, etc.

Se você quer realmente levar a motivação no trabalho a sério, proponho um desafio

Junte sua equipe e peça que deem uma nota de 0 a 10 para cada um destes itens. Uma empresa perfeita (difícil de encontrar, mas uma meta maravilhosa para se buscar atingir) teria nota 100.

Depois de realizada esta análise, minhas perguntas para você seriam:

  • Que nota tem a sua empresa?
  • Qual o ponto mais forte (e como valorizar isso?).
  • Quais os 3 pontos mais fracos (e como melhorar isso?).

Um trabalho simples de fazer, mas com consequências muito positivas para todos os envolvidos. Principalmente para quem quer diminuir seu turnover e aumentar a produtividade e a satisfação de quem trabalha na empresa.

Abraços produtivos e motivados,

Raúl Candeloro

Leia mais sobre como motivar sua equipe:

Dois exercícios para repensar a motivação em vendas

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima