Novas e velhas formas de atender ao cliente

Novas e velhas formas de atender o cliente Por Júlio C. Vieira

O momento é de estrito controle de gastos de viagens, devido à pressão meteórica de custos. Qual deve ser o procedimento de um vendedor para atender seus clientes? Visitar pessoalmente, enviar e-mail, telefonar, passar fax, pedir para o cliente se comunicar via website ou solicitar apoio para o call center de sua empresa?

Por exemplo: imagine se um vendedor que está em Curitiba tivesse de ir atender clientes em Goiás. As despesas de viagem seriam imensas e os intervalos de visitas muito grandes. As empresas e a concorrência exigem a cada dia um padrão de atendimento mais freqüente, baseado no relacionamento que venha a fidelizar o cliente.

Desenvolva uma nova estratégia de relacionamento. Planeje os seus contatos com outra visão. Crie uma política de atendimento em que a presença seja mesclada com o atendimento virtual. Felizmente, a atual tecnologia permite ao vendedor utilizar outros meios de contato com os seus clientes, além do físico.
Existe o telefone fixo, celular, fax, palmtop ? para enviar e receber documentos ? e a internet com os seus recursos de website: e-mail, MSN, Skype. Mas o call center pode complementar o trabalho do vendedor e ainda se tornar seu braço direito no melhor atendimento aos clientes, além de corporificar a empresa dentro da clientela quando o vendedor não tiver condições de fazê-lo com a rapidez e a freqüência necessárias. Também poderá tirar pedidos para ajudar a atingir metas e fazer o trabalho de pós-venda.

O call center serve, ainda, para receber sugestões, resolver problemas, tirar dúvidas, ajudar o cliente, na hora e ao vivo, a manusear um produto ou explicar o uso de um serviço ao consumidor final. Depende apenas de você escolher a ferramenta para melhor atender seu cliente e racionalizar as despesas. A situação é de alta competitividade, inclusive com a venda por internet, cujos fornecedores nem sempre se situam no Brasil. O fator preço é uma das variáveis de decisão, mas não é a única. Tempo e espaço não são mais barreiras para vender e estar presente. A decisão é sua. Mude, tome a iniciativa antes que o seu concorrente o faça.

Júlio C. Vieira é consultor de empresas, publicitário e professor universitário.
E-mail: [email protected]

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima