Novas técnicas para velhas objeções

3 técnicas infalíveis para velhas objeções Se existe um assunto que me preocupa, com certeza, é este: objeções. Não pela complexidade do tema, mas pela dificuldade que os vendedores têm de lidar com esse problema durante toda a vida. Por isso, perdem dinheiro.

Muito já foi escrito sobre o tema nesses 13 anos de VendaMais. Entretanto, aprendi com o fantástico Bill Sanjurjo ? meu instrutor na BellSouth e um dos maiores especialistas em técnicas de vendas do mundo ? que, para superar objeções de qualquer espécie, três regras são fundamentais. Dão resultados há décadas e continuarão sendo eficazes por mais este século.

1. Ouvir com o coração
É mais do que simplesmente ouvir, é de fato entender o que o cliente quer dizer ou está pensando. Muitas vezes, essa comunicação não é verbal, por isso é fundamental estar 100% concentrado no cliente. Seja observador e ignore os seus valores particulares para não ter apenas uma forma de ver o fato.

2. Devolver em forma de pergunta
Muitas vezes, a objeção não é verdadeira, pois não passa de um reflexo do cliente, um instinto de defesa natural para não comprar. Quando você repete a objeção, acrescido de ?por quê? no final da frase ele dará o verdadeiro motivo sem perceber.
Por exemplo: ?Caro? Mas caro por quê??.

3. Responder sem titubear
Para toda objeção existe uma ou mais resposta. Isso é fato. Mas para saber a resposta é preciso estudar, e essa é a grande diferença entre o profissional e o amador. Escreva as dez principais objeções que você ouve todos os dias. Perceba como sempre são as mesmas, discuta-as com outros vendedores, com seu gerente ou diretor e defina quais as melhores saídas. E como nos saudosos tempos em que precisava decorar a tabuada, tenha-as na ?ponta da língua?.

Vendedor, acredite neste artigo. Dedique-se e coloque em prática as três regras com persistência com todos os clientes e garanto que quando menos esperar estará superando todas as objeções e enriquecendo, atingindo um outro nível de vendas. Boas vendas e sucesso.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima