Nunca pare de lutar

Você sabe quem é J. K. Rowling? Fiz essa pergunta a várias pessoas e ninguém sabia de quem se tratava. Mas quando perguntei sobre Harry Potter, todos responderam afirmativamente. J. K. Rowling é, na vida real, Joanne Rowling, a criadora do fenômeno Harry Potter. Nunca pare de lutar

Por Ômar Souki

Você sabe quem é J. K. Rowling? Fiz essa pergunta a várias pessoas e ninguém sabia de quem se tratava. Mas quando perguntei sobre Harry Potter, todos responderam afirmativamente. J. K. Rowling é, na vida real, Joanne Rowling, a criadora do fenômeno Harry Potter. Os detalhes da vida de Joanne estão no livro J. K. Rowling, uma biografia do gênio por trás de Harry Potter, de Sean Smith (Editora Sextante). A vida da autora me pareceu tão mágica quanto a de seu personagem:

· A idéia surgiu em 1990 quando ela viajava de trem de Manchester para Londres. Imaginou um menino viajando de trem para uma escola de magos em um outro mundo. Joanne é tão perfeicionista que reescreveu o primeiro capítulo 15 vezes.

· Entre 1991 e 1993, Joanne esteve na cidade do Porto, em Portugal, lecionando inglês e trabalhando no livro. Casou-se com um português, de quem teve uma filha, e logo depois separou-se, retornando ao Reino Unido com a filha de quatro meses. Nessa época sua situação financeira era desesperadora e teve que se hospedar com a irmã e o cunhado em um pequeno apartamento em Edimburgo, na Escócia.

· Em 1996, era tão pobre que teve dificuldade em arcar com as despesas de correio para o envio de uma cópia do manuscrito para um agente literário. Não tinha computador em casa e datilografava páginas inteiras para evitar gastos com fotocópias.

· Harry Potter e a Pedra Filosofal foi rejeitado por 12 editoras. A editora Bloomsburg aceitou fazer uma primeira edição pela qual pagou US$ 1.900. Um dos diretores da empresa disse: ?Você nunca vai ganhar dinheiro escrevendo livros infantis?.

· Três dias após o lançamento, o bruxinho fez a sua primeira mágica: Christopher Little, agente literário de Joanne, incluiu o livro em um leilão em Nova York e entregou uma cópia a Arthur Levine, editor da Scholastic Books, que ficou encantado. Outros compradores americanos também se encantaram e começaram a ?brigar? pelos direitos autorais. Os lances subiram assustadoramente mas Levine não desistiu. Pagou US$ 100 mil pelos direitos autorais. E a primeira edição nos EUA já saiu com 50 mil exemplares. Em dois anos, Harry Potter conquistava os primeiros lugares nas listas de best sellers.

Frase: ?A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido, não na vitória propriamente dita? ? Ghandi

Ômar Souki é consultor e palestrante, autor de vários livros. Homepage: www.souki.com.br E-mail: [email protected] Fone: (31)3284-1848.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima