O asno que carregava sal

Conheça as lições da fábula O asno que carregava sal

Um asno que carregava sal estava atravessando um rio quando escorregou e caiu na água. E, como o sal se dissolvera, ele levantou-se e saiu mais leve.

 

Exultante com isso, após algum tempo, quando carregava um frete de esponjas, chegou à beira de outro rio e supôs que, se caísse novamente, iria sair com mais facilidade. Então, escorregou de propósito. Aconteceu, porém, que as esponjas absorveram a água e ele, não conseguindo levantar, afogou-se ali mesmo.

 

Assim, ocorre também com certas pessoas que não notam que se arrastam para desgraças devido às suas próprias resoluções.

 

Baseado em fábula de Esopo

 

Moral da história para sua vida prática:

 

Cuidado com decisões precipitadas – Agir sem pensar ou tomar atitudes precipitadas e não averiguadas podem levá-lo a situações difíceis. Reflita, converse consigo, antes de chegar a uma conclusão sobre questões importantes para você.

 

Procure soluções diferentes – Nem sempre o que é bom em uma situação é bom em outra. Por isso, devemos estar sempre atentos, porque cada momento nos traz uma experiência nova.

Lembre-se: para cada caso, há um remédio.

 

Não conte apenas com a sorte – Esta fábula mostra que o comodismo é o caminho mais curto para o infortúnio, pois aqueles que querem se livrar de seus trabalhos com facilidade, às vezes, acabam frustrados. Então, foque em seu trabalho para alcançar o melhor resultado possível. Lembre-se de que querer levar vantagem constantemente pode fazer o mais sábio dos cavaleiros cair do cavalo.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima