O espelho

Era uma vez, um homem que só via e realçava o mal em tudo o que fazia. Em um dia cinza, ele morreu e “partiu dessa para uma melhor”.

Do lado de lá, havia um companheiro que não largava do seu pé e o acompanhava o tempo todo. Era um verdadeiro “mala” – egoísta, pessimista, mal-humorado, crítico, mal-agradecido e só se sentia bem quando estava mal.

O homem, não o suportando mais, foi a um anjo e implorou:

  • Por favor, livre-me da companhia daquele sujeito, eu já não agüento mais!

O anjo, entre admirado e compadecido, respondeu:

  • Mas não há nenhum companheiro. Aqui só existe um sistema feito com espelhos, que faz com que cada um veja e conviva com o que formou de si mesmo. Libertar-se dele depende somente de você.

Baseado em fábula do Metáforas.com

Moral para sua vida prática

Certamente, você já ouviu alguém dizer que se a vida lhe oferecer um limão, deve-se fazer uma limonada. É exatamente isto que precisamos fazer com as adversidades em nosso cotidiano: focar na solução do problema, e não no problema, ou seja, buscar atitudes positivas que contribuam para o bom andamento do trabalho.

Evite ficar muito próximo de pessoas que reclamam até do barulho quando a oportunidade bate à porta. Os pessimistas têm o poder de transferir seu negativismo a todos ao seu redor. Busque contato com pessoas de bem com a vida.

O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar com mais inteligência. Dê um basta nas barreiras emocionais: insegurança, medo e outros fatores que o paralisam diante de um desafio e se prepare para ser um sucesso.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima