O jogo dos sete erros em vendas

Uma simples situação cotidiana de vendas pode conter muitos erros e, pior de tudo, pode custar muito caro para sua empresa e para sua imagem. A história acontece mais ou menos assim: o vendedor chega naquele grande cliente para fazer uma venda. O cliente que, depois da primeira negociação, sempre comprava sem reclamar do preço, decide que está na hora de reduzir os custos do produto e começa a negociar. No primeiro aperto, o vendedor já cede, aumentando o prazo de pagamento de 30 para 45 dias. Lucro para o cliente, mas o que ele esperava mesmo era uma redução no custo da mercadoria. Então, a conversa continua, mas o vendedor sabe que, depois de ampliar o prazo de pagamento para 45 dias, não pode chegar à empresa dizendo que dará um desconto extra, senão está perdido.

Mas o cliente não desiste. Quer o desconto ou nada feito, é venda perdida. O vendedor, que não está autorizado a dar desconto extra, já fica desesperado, afinal, aquela venda é muito importante para atingir a meta.

Então, ele passa a mão no seu rádio ou telefone celular e liga para seu gerente, para pedir um desconto especial. O gerente diz que não tem jeito e o vendedor pede para ele falar diretamente com o cliente. Depois de alguns minutos de conversa, o gerente cede o desconto direto para o cliente, que finalmente fecha a venda e todos ficam felizes.

Essa história é muito comum no dia-a-dia de uma força de vendas, mas poderia ser um jogo dos sete erros. Vamos a eles:

Ampliação do prazo

» Erro 1 ? Ampliou o prazo, de uma só vez, em 50%. Ao ceder descontos, devemos fazer disso uma tarefa muito difícil, uma conquista, degrau por degrau, do cliente, jamais devemos dar todo desconto de uma só vez. Depois de ceder, o vendedor já perdeu o espaço e não conseguirá recuperar mais.

» Erro 2 ? Não ouviu o cliente dizer o que realmente queria (no caso, um desconto, e não aumento de prazo).

O vendedor estava acuado

» Erro 3 ? Depois de ceder o prazo de pagamento, o vendedor precisava firmar sua posição sem deixar o cliente pedir mais nada, mas ele continuou sendo pressionado. Não valorizou o novo ganho do cliente.

» Erro 4 ? Sei que muitos não gostarão do que escreverei aqui, mas, muitas vezes, quando somos muito pressionados e estamos em desvantagem, devemos fugir da briga para nos prepararmos melhor para uma nova batalha e, então, trazer uma nova proposta.

O contato com o gerente

» Erro 5 ? Ligar para o gerente, deixando o cliente notar que o vendedor não tem o poder de decisão final. Assim, todas as vezes em que o cliente quiser um desconto maior ou alguma vantagem, passará por cima do vendedor e falará diretamente com o gerente.

» Erro 6 ? Passar o gerente diretamente para o comprador ? isso é o que eu chamo de ?dar de bandeja?, afinal, o gerente não conhece a fundo a situação e não saberá tomar uma atitude.

» Erro 7 ? O gerente cede ? esse é, talvez, o maior dos erros, afinal, o gerente tinha um desconto extra para queimar com o cliente, mas não autoriza o vendedor a fazê-lo. Isso centraliza as decisões, sobrecarrega o gerente e desmoraliza o vendedor. Ele deveria chamar o profissional de vendas para a empresa e tomar a decisão junto com ele, para que o vendedor apresentasse a solução.

Veja como uma simples situação cotidiana de vendas pode conter muitos erros e, pior de tudo, pode custar muito caro para sua empresa e para sua imagem. Pense nisso!

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima