O MILAGRE NA CALÇADA

Era uma vez um homem desempregado que tocava nas ruas um trompete velho e barato. Era uma vez um homem desempregado que tocava nas ruas um trompete velho e barato. Apesar de seu esforço, as pessoas passavam ao largo, sem dar atenção ao som de sua fome e angústia. De repente, ele notou que um desconhecido havia parado diante de seu chapéu e lhe perguntou:

? Por que você está assim?

? Estou com a família sofrendo grandes privações ? foi a resposta. Tento ganhar algum dinheiro, mas as pessoas não querem me ouvir e eu estou exausto de tanto tocar a horas sem resultados.

O desconhecido sugere:

? Quer me deixar tocar um pouco enquanto você descansa?

O homem achou que era uma boa idéia e entregou o trompete. Para sua surpresa, o desconhecido tocou como um mágico musical e com uma habilidade tão inimaginável que as pessoas pararam para ouvir.

O desempregado, dono do trompete barato, mal podia acreditar no que via. As pessoas jogavam em seu chapéu, não moedas de pouco valor, mas dinheiro gordo e real. O chapéu encheu tanto que derramou pelos lados. Uma multidão encantada aplaudiu entusiasmada enquanto o desempregado permaneceu mudo de emoção. O desconhecido entregou o trompete para o desempregado, apontou para o chapéu lotado de dinheiro e disse:

? Esses são os resultados que você pode ter. Tenha fé, continue a treinar, você é um ser humano igual a mim, a diferença entre nós é apenas a paixão e o treinamento. Na verdade, você poderá tocar ainda melhor. A decisão é sua!

O desempregado trêmulo meneou a cabeça e agradeceu com suas lágrimas. O desconhecido devolveu o trompete, abraçou confiante o homem pobre e se despediu. Quando já estava para dobrar o outro lado da rua, ouviu o desempregado gritar, impaciente:

? Mas, mas, me diga, eu esqueci de perguntar, qual é mesmo o seu nome?

O desconhecido olhou para trás, e disse:

? Bem, eu ainda não cheguei lá. Mas vou chegar. Meu nome é Louis Armstrong.

E você? Será que não está na hora de você deixar o ?desconhecido? surgir em sua vida. Ele se chama mudança, reciclagem e atualização. Entregue a ele seus instrumentos de coragem, ousadia, iniciativa e talento. E, depois, siga-o.

Frase: ?Quando se busca o cume da montanha, não se dá importância às pedras do caminho? ? Provérbio oriental

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima