Os ladrões e o asno

Conheça as lições da fábula Os ladrões e o asno

Dois ladrões se estapeavam por um asno roubado: um queria ficar com ele; o outro, vendê-lo. Enquanto os socos iam de vento em popa, nossos campeões sonhavam em se defender.

 

Eis que chega um terceiro ladrão e se apodera do asno Aliboron. O asno pode ser, algumas vezes, a província; os ladrões são como príncipes – o transilvano, turco e húngaro. Geralmente, nenhum deles conquista a província, um quarto ladrão pode surgir e, reconhecendo-os imediatamente, apoderar-se do asno.

 

Baseado em fábula de Jean de La Fontaine

 

Moral da história para sua vida prática:

Evite conflitos – Muitas vezes, não conseguimos entrar em acordo com um colega de trabalho, líder e até cliente. O problema disso é que chegamos a ponto de focarmos tanto na discussão que esquecemos o objetivo principal do que está sendo tratado, como no caso dessa fábula. Coloque em prática, portanto, sua inteligência emocional para evitar que as discussões virem ofensas gratuitas. Lembre-se sempre do foco da discussão e chame a atenção para que a conversa seja no sentido de procurar soluções. Afinal, esses conflitos, além de não ajudarem na resolução do problema, ainda podem prejudicar o clima e o próprio bem-estar dos envolvidos.

 

Ouça e respeite a opinião dos outros – Em várias situações, os conflitos acontecem porque as pessoas se negam a ouvir o que as outras têm a dizer ou até ouvem, mas não prestam a atenção necessária, desrespeitando a opinião alheia. Por isso, evite agir dessa forma. Sempre que estiver envolvido em um conflito, ouça o outro indivíduo – primeiro, porque isso demonstra respeito e, segundo, porque o que ele tem a dizer pode ser muito útil para você e para a solução que estão buscando. Experimente fazer isso para ver como seus resultados podem ser muito mais positivos!

 

Para saber mais:

Livro: Fábulas de La Fontaine

Autor: Jean de La Fontaine

Editora: Madras

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima