Os melhores conselhos

Ann Landers era uma enfermeira e imigrante russa que ganhou um concurso no Chicago Tribune e se tornou a principal colunista conselheira no mundo. Trabalhou durante quase quatro décadas, respondendo sobre problemas que iam desde dificuldades no casamento até confissões de crimes que a polícia nem sabia existir. Recebia de duas a três mil cartas por dia! Ann Landers era uma enfermeira e imigrante russa que ganhou um concurso no Chicago Tribune e se tornou a principal colunista conselheira no mundo. Trabalhou durante quase quatro décadas, respondendo sobre problemas que iam desde dificuldades no casamento até confissões de crimes que a polícia nem sabia existir. Recebia de duas a três mil cartas por dia!

Ela era direta, e até um pouco dura em seus conselhos. Foi contra a guerra do Vietnã, o aborto e a posse de armas. Quando se divorciou, após 30 anos de casamento, foi sua vez de pedir conselho aos seus leitores, que lhe enviaram milhares de cartas de consolo. Pensa que ela desanimou por causa disso? Pelo contrário. Ela chegou a dizer que ?agora poderia aconselhar com mais propriedade as mulheres que lhe escreviam com problemas no casamento?.

Ann morreu em 2002, e sua última coluna foi publicada no dia de sua morte. Leia abaixo alguns de seus conselhos ? como ela mesma disse, ?os cinco melhores conselhos que você pode receber?:

1) Mantenha a calma. Fale quando estiver furioso e com certeza fará o discurso que mais arrependimento lhe provocará na vida.

2) Diga sempre a verdade. Mentir exige tanto esforço e espaço na sua memória que nunca vale a pena.

3) Antes de repetir uma fofoca, pergunte-se ?Eu tenho uma boa razão para contar isso??. Se não conseguir pensar em pelo menos um bom motivo, cale-se.

4) Perdoe. É o maior presente que você pode dar e não custa nada.

5) Esclareça suas prioridades. Saiba o que é importante. Lembre-se: as melhores coisas na vida não são ?coisas?.

Um abraço e boa leitura, Raúl Candeloro Editor

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima