Os tipos de chefe – II

O Carrasco
Jamais transmite uma instrução num tom abaixo de 100 decibéis e, quando já está rouco de tanto gritar, deixa bem claro que isso é apenas um contratempo passageiro. Logo estará gritando as “ordens” novamente.

O Professor
Se alguém comete um erro, este tipo de chefe não hesita em convocar uma reunião com todos os funcionários para “ensinar” os procedimentos corretos.

O Puxa-Saco
Se você trabalha com um chefe puxa-saco, já percebeu que ele considera os subordinados como meros instrumentos para poder chamar a atenção de seus próprios chefes. Quando informado que a direção da empresa está pensando numa reestruturação, é o primeiro a demitir funcionários.

O Vaidoso
Apesar de parecer “displicente” com o serviço de seus funcionários, é capaz de virar um “urso” se alguém comete algum erro que possa expor sua imagem.

O Covarde
Se for flagrado em alguma atitude covarde, logo responde que só chegou ao cargo de chefia obedecendo à filosofia: “Manda quem pode, obedece quem tem juízo”.

O Militar
Para ele, promoção não é algo o que se conquista com treinamento e competência, mas pela experiência (tempo de serviço) ou por algum “ato heróico” (sorte).

O Ousado
Por ser bastante eloqüente, convence várias pessoas a participar de seus projetos “inovadores”, levando seus funcionários ao desespero com os riscos a que constantemente se expõem.

O Desmotivado
Um dos poucos momentos em que o vemos “trabalhar com energia” é quando são propostas mudanças no departamento. Ele imediatamente começa a criar um clima de resistência, afirmando que as propostas jamais irão funcionar.

O Burro
Não aceita mudanças e perde a paciência quando um funcionário defende alguma idéia nova que ele não entende.

O Onipotente
Acredita saber de todos os detalhes sobre todas as coisas, por isso nunca aceita opiniões de subordinados. Sua palavra sempre é, e deverá ser, a última. Adora as oportunidades em que pode demonstrar seu “poder”, o que normalmente inclui uma pequena humilhação de algum funcionário.

Fonte: Funcionário – Como irritar seu chefe, de Sidnei Oliveira (Editora Érica).

Não perca! Na próxima edição: Os tipos de funcionário…

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima