Para quem atrapalha você

É um problema bem comum no trabalho: você está querendo fazer algo, já está no meio da luta e aí chega alguém e o interrompe: um colega, um superior, um subordinado, um visitante, um telefonema. Com as técnicas certas, você poderá evitar situações típicas de interrupções, e ainda resolve o problema sem que as pessoas fiquem aborrecidas por causa disso É um problema bem comum no trabalho: você está querendo fazer algo, já está no meio da luta e aí chega alguém e o interrompe: um colega, um superior, um subordinado, um visitante, um telefonema. Com as técnicas certas, você poderá evitar situações típicas de interrupções, e ainda resolve o problema sem que as pessoas fiquem aborrecidas por causa disso.

Medidas antiinterrupção para chefes Feche a porta Hoje em dia, a porta sempre aberta como sinal positivo de relacionamento não é mais praxe entre executivos de ponta. Feche a porta quando estiver resolvendo algo importante, e deixe a porta aberta quando interrupções não incomodam.

Momentos ?fora do ar? Combine com seus funcionários os horários em que não quer ser interrompido, nem mesmo por visitantes. Francamente…

Um bom chefe deve ter condições de ficar fora do departamento por quinze dias; todas as áreas deveriam ser organizadas de maneira que os funcionários pudessem resolver sozinhos os problemas.

Medidas antiinterrupção para funcionários incomodados pelo chefe Levar trabalhos Quando possível, leve sempre material para poder continuar trabalhando enquanto espera na antecâmara do chefe; assim você aproveita o tempo e deixa uma impressão ativa.

Planejamento Aja ativamente, não reaja. Em casos de projetos importantes, não espere ser chamado pelo chefe; tome a iniciativa, propondo um encontro em um horário bom para os dois. A vantagem: você poderá se preparar adequadamente, e os dois economizarão tempo.

Francamente… Seja crítico de si mesmo, verificando se é mesmo o chefe que atrapalha seu trabalho. Se ele for organizado e só interrompe seu trabalho quando é mesmo necessário, não está roubando seu tempo. Procure identificar os verdadeiros motivos de sentir-se incomodado por ele: talvez você queira mudar de emprego ou precisa ter mais autoconfiança.

Medidas antiinterrupção para colegas Seja diplomático Aposte na compreensão mútua e comunicação regular em horários fixos; seguindo seu relógio biológico, explique aos colegas em quais horários tem o melhor desempenho no trabalho. Coloque um aviso na porta: por favor, não interromper entre as 14 e 16 horas. Combine um horário fixo diário ou semanal para discutir assuntos relacionados com trabalho.

Dê exemplo De jeito nenhum interrompa seus colegas, aparecendo sem aviso: combine um horário por telefone. Essa é uma maneira sensata de desacelerar uma firma que funciona com base na cultura do tipo ?tudo agora?. Sem deixar dúvidas

Se aparecer alguém somente para bater papo, então vire apenas a cabeça por um momento, dizendo educadamente, mas firme: ?Estou num ponto delicado e queria terminar ainda hoje. Depois vou estar mais folgado. Agradeço sua compreensão?. Com um sorriso simpático e acenando com a cabeça, volte imediatamente ao trabalho.

Bate-papo preventivo De manhã, durante o almoço ou depois do trabalho, dedique-se ao convívio social, praticando um bate-papo descontraído, de duração claramente limitada, como manifestação de boa vontade e respeito aos colegas. Algumas interrupções são tentativas instintivas de confirmar coesão no grupo; para isso, cinco minutos por dia são mais do que suficientes.

Francamente… Seja crítico de si mesmo, verificando qual sua contribuição para as interrupções. Você também adora uma boa conversa? Tem medo de ofender os outros por se isolar? Seu trabalho é fácil ou difícil demais para você e por isso sempre está aberto a interrupções?

Para Saber Mais: Simplifique Sua Vida; de Werner T. Küstenmacher e Lothar J. Seiwert (Editora Fundamento). Visite o site: www.editorafundamento.com.br. ?Abençoados os homens que, não tendo nada a dizer, abstêm-se de demonstrá-lo por palavras?-George Elliot

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima