Parábola do sapo fervido

Talvez você já tenha ouvido falar da parábola do sapo fervido: ?se você colocar um sapo vivo dentro de uma panela de água fria e começar a esquentá-la até chegar o seu ponto máximo de ebulição, o sapo não irá se mexer.? Talvez você já tenha ouvido falar da parábola do sapo fervido: ?Se você colocar um sapo vivo dentro de uma panela de água fria e começar a esquentá-la até chegar o seu ponto máximo de ebulição, o sapo não irá se mexer. Ele parece não notar que as condições do ambiente estão se alterando e a panela está começando a ferver. Quando ele sente o calor já é tarde demais e ele morre. Por outro lado, se você jogar o sapo dentro da mesma panela com água já fervendo, ele pulará imediatamente para fora da água.? A nossa natureza humana é muito parecida com nessa história. Apesar dos vários avisos que chegam até nós no dia-a-dia (clientes insatisfeitos, funcionários insatisfeitos, queda de lucratividade, queda de produtividade entre outros), nós continuamos a acreditar que não é conosco. Nós continuamos a imaginar que esses acontecimentos são fatos isolados e que não trarão qualquer implicação para o futuro da empresa.

Nesses casos o mercado está tentando lhe dizer para onde ele está indo e você não está escutando. Por quê? A sua indústria é madura e não precisa de mudanças? Quem toma essas decisões? Onde estão os seus gerentes? Eles também são maduros? A verdade é que “Não existe indústrias maduras, somente gerentes maduros” Mas o que é um gerente maduro? “É todo aquele que acredita cegamente na definição de uma outra pessoa sobre o que é possível fazer.”

Todos os dias você ouve comentários como “Todos os nossos clientes estão dizendo que os nossos preços estão altos”, “Todo o mercado está desaquecido”, “Todos os funcionários estão insatisfeitos”, “O nosso sistema só dá pau”, e por aí vai. TOME CUIDADO! Ao invés de aceitar esses comentários como verdades verdadeiras, pergunte por detalhes. Você irá perceber que o número de clientes que está realmente “dizendo que os nossos preços estão altos” não passa de 3 em 3.000. TOME CUIDADO com os genéricos! É muito fácil para as pessoas generalizar as coisas. Mas se no final os seus preços estiverem realmente altos para esses 3 clientes, faça alguma coisa. Mas faça apenas para esses 3 clientes e não para todos.

“As crenças dos seus gerentes definem os limites do que é possível atingir na sua empresa”. Se os seus gerentes estão maduros, talvez esteja na hora de você definir OBJETIVOS AGRESSIVOS para eles. Quando você define OBJETIVOS AGRESSIVOS, você força os gerentes a pensar diferente sobre as oportunidades existentes. Se um gerente recebe um objetivo de crescer 10% e um segundo gerente recebe um objetivo de crescer 20%, o segundo gerente com certeza irá fazer as coisas de forma diferente. Experimente!

Mas antes, uma dica importante: “Utilize exemplos de sucesso para convencê-los de que é possível atingir os objetivos traçados”.

Eu tenho uma filosofia de vida: “Eu não fico confortável até que eu não esteja confortável. E você ?

Não deixe os outros definirem o que você pode fazer. Controle o seu destino. Nada menos que isso interessa.

QUEBRA TUDO!

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima