Pensamentos de um Samurai Moderno

Você já parou para pensar em quantas vezes deixou alguém falando sozinho, fingiu não ver que lhe pediam ajuda e deixou de atender a algum amigo próximo (ou não tão próximo assim) pelo simples fato de achar que seu problema era maior que o dele ou que seu tempo estava escasso demais para permitir que você o ouvisse? Você já parou para pensar em quantas vezes deixou alguém falando sozinho, fingiu não ver que lhe pediam ajuda e deixou de atender a algum amigo próximo (ou não tão próximo assim) pelo simples fato de achar que seu problema era maior que o dele ou que seu tempo estava escasso demais para permitir que você o ouvisse?

Quantas vezes você pediu que uma criança falasse mais baixo ou parasse de chorar, pois aquele comportamento estava lhe perturbando? Segundo Jorge Kishikawa, autor do livro Shinhagakure ? Pensamentos de um Samurai Moderno, essa forma que a sociedade cultiva de educar suas crianças e ordenar suas prioridades reprime o que cada ser humano tem de melhor.

Para ele, as pessoas nascem com espírito guerreiro e potencial para desenvolver qualquer atividade, mas são tolhidas pelos adultos em seus momentos de criação e liberdade, o que destrói boa parte dessas capacidades. No livro, o mestre sansei fala a respeito do KIR, um método que ensina a olhar nos olhos dos outros e viver o presente, pois os guerreiros não podem se distanciar de uma luta no meio dela; o preço seria a morte.

O trecho do livro apresentado a seguir, mostra um pouquinho da filosofia do autor, quando o tema tratado são as expectativas dos seres humanos. Acompanhe:

?Devemos treinar isentos de expectativas?

Você deve ir ao treino sem saber o que irá acontecer.

Pode acontecer de descobrir coisas novas.

Pode acontecer de não descobrir nada.

E isso poderá durar dias, meses ou anos.

Isso é o caminho…?

Jorge Kishikawa é sansei, médico, colunista do Jornal São Paulo Shimbun e fundador do Instituto Niten. E-mail: [email protected] . Visite: www.niten.org.br Para Saber Mais: Shinhagakure ? Pensamentos de um Samurai Moderno, de Jorge Kishikawa (Conrad Livros).

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima