Personalidade ? Parte I

Será que você é mesmo um vendedor? Confira as atitudes e os comportamentos que ajudam a identificar os verdadeiros vendedores. ?Ser ou não ser, eis a questão?. Essa frase foi escrita há muitos anos por um dos maiores mestres do teatro, o sr. William Shakespeare. Uma pessoa que amava o que fazia, que escreveu obras que são consideradas tesouros até hoje. Muitas vezes, no setor de vendas, nos indagamos como nessa frase.

Analisando essa mistura de pensamentos, avaliações pessoais e questionamentos em busca de um fim que se caracteriza como: eu nasci para fazer isso? Desenvolvemos o tema: a personalidade de alguém que nasceu para vender.

1. Ele ama pessoas ? O amor é um sentimento grande, profundo, verdadeiro e, ao mesmo tempo, difícil de sentir. Quando gostamos de pessoas, sentimo-nos melhores do que somos.

Um profissional de vendas que quer se desenvolver nesse segmento deve amar pessoas. Não estamos falando do amor apenas afetivo ou sexual, mas do amar conviver, conversar e interagir com pessoas. Se você ama pessoas, seu trabalho será muito mais fácil. Esse contato com pessoas é prazeroso. Lembre-se: elas são o seu canal de negociação.

Ficar trancado em uma sala dizendo apenas o que deve ser feito está fora do ?script?. Se você não gosta de pessoas, de ter contato com elas, com toda certeza você não nasceu para vender.

2. Ele decide suas metas ? As metas ajudam você a se concentrar em seu propósito e fazer dele sua aspiração principal, elas o ajudam saber para onde você está indo. E segundo o filósofo e poeta Ralph Waldo Emerson: “O mundo abre caminhos para homens e mulheres que sabem para onde estão indo”.

O vendedor não tem medo de metas, sabe que uma venda nunca tem um fim, pois cada venda abre uma porta para outra e que sempre pode vender mais. Ele não só decide suas metas profissionais, mas também as pessoais, os desejos e os sonhos.

3. Ele decide como será o seu dia ? Vejamos esta história: o colunista Sydney Harris conta uma história em que acompanhava um amigo à banca de jornal. O colega cumprimentou o jornaleiro amavelmente, mas como retorno recebeu um tratamento rude e grosseiro. Ao pegar o jornal que foi atirado em sua direção, o amigo de Harris sorriu polidamente e desejou um bom fim de semana ao jornaleiro. Quando os dois amigos desciam pela rua, o colunista perguntou:

— Ele sempre o trata com essa grosseria?
— Sim, infelizmente é sempre assim.
— E você é sempre polido e amigável com ele?
— Sim, sou.
— Por que você é tão educado, já que ele é tão inamistoso com você?
— Porque não quero que ele determine como eu vou agir.

Quem passa um dia sem tomar decisões e fazer escolhas? Desafios (não gosto de dizer problemas) estarão sempre presentes em nossas vidas. Quem nunca acordou com alguma preocupação ou algo que deveria ter sido resolvido, e não foi? O vendedor sabe conviver com essas situações muito bem. Ele tem de estar com sua auto-estima maravilhosa. Seria como pensar assim: ?O que aconteceu, aconteceu. Trabalharei para reverter a situação e como sei que se eu ficar triste ou feliz não resolverá, prefiro ser feliz, sorrir, viver a vida e continuar o trabalho?.

4. Ele se planeja para ser o melhor ? Qualquer atividade humana realizada sem qualquer tipo de preparo é uma atividade aleatória que conduz, em geral, o indivíduo e as organizações a destinos não esperados, altamente emocionantes e, via de regra, a situações piores que aquelas anteriormente existentes. A qualidade somente poderá ser alcançada através de um trabalho planejado.

O vendedor deve sempre se planejar antes de executar uma ação, seja uma reunião, uma negociação, uma visita, pois o planejamento torna o trabalho mais eficaz, mais profissional. Nos planejamos para saber o que fazer e fazer com perfeição.

Vamos aprender com esta história:

Uma empresa de consultoria fez uma pesquisa com cem alunos da disciplina de Administração de uma renomada universidade, com as seguintes perguntas:

» Como você se vê daqui a dez anos?
» Você faz um planejamento da sua vida e estipula metas?
» Você escreve seu planejamento e suas metas e estipula deadlines* para cumpri-las?

Dos entrevistados, 84% disseram que não tinham uma perspectiva de como estariam em dez anos e que não faziam nenhum planejamento, muito menos metas. 13% informaram ter uma idéia de como estariam em dez anos, possuíam algum planejamento, mas não escreviam nem coordenavam nada. 3% falaram que tinham uma idéia de como estariam em dez anos, tinham seus planejamentos e metas anotados e freqüentemente coordenavam esse planejamento com seus respectivos deadlines. A pesquisa foi efetuada e arquivada e, dez anos depois, os profissionais da empresa de consultoria entrevistaram os mesmos cem alunos para saber como estava a vida deles.

Os 13% que se planejavam de forma parva ganhavam o dobro de salário comparado aos 84% que não tinham planejamento. Os 3 % que se planejavam e tinham um controle de suas metas e objetivos ganhavam dez vezes mais que todos os 97% juntos.

Planeje-se, escreva seus objetivos e suas metas. A pessoa que nasceu para vender desenvolve esse perfil e vê a venda como algo muito profissional que requer estratégia e bastante planejamento. Todo trabalho é um retrato de quem o executa. Por isso, autografe o seu com excelência.

5. Ele é criativo e criador ? Criatividade é o processo que resulta em um produto ou um processo novo, que é aceito como útil e que pode se tornar algo muito especial. Ser criativo é criar algo singular, original que venha despertar o interesse de uma pessoa ou grupo.

O vendedor adora criar, desenvolver novas técnicas e estratégias, pois sabe que isso contribuirá para o sucesso da empresa em que trabalha. Você já colaborou com idéias que melhorou o seu trabalho ou o funcionamento do seu departamento?

*deadline: fechamento, prazo máximo para a conclusão de uma tarefa.

Confira, no artigo da próxima semana, mais cinco atitudes e comportamentos que ajudam a identificar os verdadeiros vendedores.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima