Politicamente correto

A grande arte da venda é representar a empresa perante o cliente e o cliente perante a empresa, buscando um perfeito equilíbrio, de forma que todos fiquem satisfeitos. Na política, podemos tirar vários exemplos de uma negociação, apresentação de um produto, marketing, vendas, enfim, é uma escola excelente, que inclusive já foi tema de artigo, comparando promessas de campanhas e promessas de venda.

Quem leva o maior número de votos não é necessariamente quem tem a melhor proposta, mas sim quem apresenta melhor a sua proposta, focando principalmente as necessidades de seu público-alvo, nesse caso a população, como em vendas. E nossas propostas devem ser voltadas, principalmente, para atender necessidades.

Concluída a primeira parte da campanha, em que se ganhou o voto e a confiança do eleitor, inicia-se a segunda parte da negociação, e talvez a mais difícil da campanha: ganhar o apoio de partidos de oposição. Normalmente, essa negociação é feita em um alto escalão, em que se trocam indicações de cargos e ministérios por apoio político durante o mandato. Em um regime presidencialista, o apoio do congresso é fundamental para conseguir fazer os planejamentos do plano de governo para atender o prometido, durante a campanha, ao cliente chamado eleitor.

Na área comercial isso é muito parecido, pois o profissional de vendas deve apresentar sua proposta da melhor forma possível para convencer seu cliente ou propect de que sua proposta é melhor do que a proposta apresentada pelo concorrente e que atenderá às suas necessidades. Lembre-se que apresentar bons exemplos seus é muito melhor do que apresentar maus exemplos dos outros. Entenda e conheça a concorrência, mas fale dos seus pontos fortes e não dos pontos fracos dos outros.

Assim como na política, muitas vezes o profissional precisa fazer certas articulações internas, para poder atender algum pedido, negociar com supervisores e gerentes e atender algo prometido ao cliente.

Esta é a grande arte da venda: representar a empresa perante o cliente, e o cliente perante a empresa, buscando um perfeito equilíbrio de forma que todos fiquem satisfeitos. Mas lembre-se de que, assim como na política, apenas prometer e não cumprir não é o desejado, pois de promessas todos já estão cheios. Encontre a melhor forma de negociar e vá em frente, afinal de contas, você é um negociador, um profissional, e isso ninguém pode mudar.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima