Por que os filhos mentem para os pais?

Com o recente assassinato brutal dos estudantes Liana Friedenbach e Felipe Caffé, que não disseram aos pais onde iriam passar o final de semana (região de Embu Guaçu/SP), uma pergunta invadiu os lares Com o recente assassinato brutal dos estudantes Liana Friedenbach e Felipe Caffé, que não disseram aos pais onde iriam passar o final de semana (região de Embu Guaçu/SP), uma pergunta invadiu os lares de milhares de famílias brasileiras: Por que os filhos, principalmente quando adolescentes, insistem em mentir aos pais?

A mentira é uma forma que os filhos encontram para resolver os problemas a seu modo. Os adolescentes se consideram onipotentes e acreditam que, mesmo sabendo que a mentira não é a melhor solução para as situações em que se encontrem, nada dará errado. É como se a descoberta da mentira pelos pais ou problemas maiores só pudessem acontecer com os outros.

Os jovens acham, ainda, que falar a verdade aos pais, onde vão ou o que irão fazer, causará inúmeros problemas e muito sermão. Assim, concluem que não serão autorizados a fazer o que querem e optam por mentir.

O ideal, por mais difícil que seja em determinadas situações, os pais devem escutar e estar preparados para pedidos que considerem absurdos. Deve-se sempre ouvir o que o filho tem a dizer, a pedir, atentamente e sem questionar ou esbravejar. Os pais devem expor o porque das suas decisões, independentemente de as respostas serem negativas ou positivas.

Na verdade, muitas mentiras contadas aos pais pelos filhos são conseqüência da falta de diálogo na família. Ou seja, os pais conquistarão mais respeito ouvindo os filhos e argumentando de uma forma respeitosa. Este espaço para conversas deve existir, fazendo com que muitos problemas serão evitados.

Frase: ?Se o malandro soubesse das vantagens de ser honesto, ele seria honesto por malandragem ? Lair Ribeiro

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima