Por que você não começa a viver de verdade?

Comece a viver de verdade

Quantas vezes você dedicou alguns minutos das preciosas 24 horas que recebemos todos os dias para avaliar sua vida como um todo? Analisar metas de vendas, estatísticas, taxas de conversão e avaliações comportamentais são fundamentais, mas fazer escolhas certas e estar focado lá na frente faz toda a diferença.

O ano passado foi tão maravilhoso que me fez refletir sobre o que poderia fazer de melhor em outros campos de minha vida. Treinar pessoas, escrever livros, lançar o clube de assinaturas por SMS (77000 – LUPPA), e-coaching, gravar DVDs e CDs, enfim, o que mais poderia fazer para me energizar ainda mais, buscar mais brilho no olhar, vida em meu sorriso, força no aperto de mão e melhorar cada vez mais. Buscar a melhoria é ser forçosamente um planejador.

Questionei-me sobre quando comecei meus projetos, o primeiro livro, treinamento de vendas, palestra internacional, primeiro prêmio e percebi que estava na hora de começar alguma coisa nova. Então, resolvi recomeçar minha vida. Não é um belo desafio? Bem, mas como fazer isso? Simples, criei, com a ajuda indispensável da minha maravilhosa esposa, uma nova vida. Isso mesmo, vou ser papai novamente e, agora, meu slogan é: “A vida começa aos 44!”.

O que aconteceu? Meus dois filhos adoraram a ideia e minha esposa mais ainda. Mas algumas pessoas dirão: “Será que você não está muito velho para ter outro filho? Quando ele estiver com 20 anos, você vai estar com 64, não é muito para sua cabeça? Você viaja tanto, para que mais um filho?”.

Bem, meu novo filho nem nasceu e já está ensinando um monte de coisas a essas pessoas. Logo, lembro-me de todos nós, vendedores, pois a vida é exatamente assim conosco. Raros são aqueles que abrem a boca para incentivar, compreender e participar. E muitos os que desmotivam, julgam e se isolam. E aí? Ou melhor: e daí? Não precisa que as pessoas acreditem em você, basta que acredite em si mesmo!

Esse menino ou menina que vem por aí (ainda não sei o sexo, mas prometo que conto assim que souber), que tem apenas alguns meses de vida e ainda está no lugar mais seguro do mundo (a barriga da mamãe), já está dando aula para muito marmanjo por aí. Certa vez, minha amiga, Leila Navarro, disse-me que, ao acordar, deveríamos ter um CD de aplausos a fim de despertar para um ótimo dia. Ela tem razão!

Decidi começar uma nova vida e, como consequência, enumerei alguns novos desafios:

1. Cuidar mais de minha saúde para curtir ao máximo o novo baby.

2. Continuar e ampliar minha convivência com adolescentes e jovens de vinte e poucos anos, porque assim continuo “antenado”.

3. Quero me aperfeiçoar ainda mais como palestrante, treinador e transformador de vidas, pois desejo ouvir do futuro herdeiro que minha missão de vida é legal e ele tem orgulho disso.

4. Transformar e contribuir para mais uma vida.

Por que estou dividindo essa minha intimidade e enorme felicidade com você? Porque, para alcançar sucesso na vida, basta decidir que deseja isso e se perguntar: “Onde preciso inovar? O que devo fazer para chegar e me manter por lá durante um bom tempo?”.

Afinal, quem decide quando a vida começa somos nós mesmos! Então, se sua vida, resultados e satisfação profissional andam meio em baixa, pare e comece tudo de novo. Vale a pena! O sucesso depende de cada um de nós.

É muito diferente gostar do que faz e fazer o que gosta, pense nisso. Você está vendedor ou é vendedor? É chefe, gerente ou líder? Tem tarefa ou missão? Está envolvido ou comprometido? Faça aquilo que tem de ser feito e faça bem-feito. A vida é feita de escolhas, e elas só podem ser realizadas por você. Escolha viver a vida em todos os seus momentos e escolha o sucesso. Você vai gostar!

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima