Prazer

O prazer, por sua própria definição, é uma coisa agradável. Somos naturalmente atraídos para o prazer – fortemente atraídos, aliás -, e muitas vezes conseguimos superar obstáculos imensos somente para consegui-lo.

Mas o que é o prazer? Diferentes tipos de pessoas encontram diferentes tipos de prazer nas mais variadas atividades e situações. O que algumas pessoas consideram o máximo do prazer outras simplesmente detestam. Nossos prazeres variam com as estações, dependendo da hora do dia, do ambiente ou das pessoas que nos cercam.

O prazer é algo muito subjetivo. E, embora você não tenha escolha senão ser atraído por ele, você pode controlar o que considera um prazer. O desejo do prazer é um motivador poderoso. Você pode fazer o melhor uso dessa motivação selecionando prazeres que o tragam para mais próximo de seus objetivos.

O prazer é uma questão de condicionamento. Ninguém que fuma seu primeiro cigarro pode dizer que achou aquele momento agradável. Mesmo assim milhões de pessoas condicionaram-se a ter prazer fumando. Nenhuma pessoa obesa e fora de forma vai encontrar prazer correndo no parque. Mas milhões de pessoas encontram diariamente nesse exercício um prazer único.

As coisas que lhe dão prazer – também lhe prestam um serviço? Agregam alguma coisa? Se a resposta for positiva, você será motivado com prazer a ser uma pessoa realizada.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima