Preste atenção no ambiente!

Ninguém duvida que a Educação Corporativa, planejada estrategicamente, faz parte do processo que permite atingir os níveis de competência necessários para o desenvolvimento empresarial. Ninguém duvida que a Educação Corporativa, planejada estrategicamente, faz parte do processo que permite atingir os níveis de competência necessários para o desenvolvimento empresarial. Treinamentos e cursos de qualificação figuram entre os principais investimentos das empresas na área de recursos humanos. Segundo pesquisas, as grandes empresas gastaram em 2001 uma média de US$ 1,3 mil em capacitação e atualização de cada um de seus executivos da média e alta gerência. Todos esses recursos, entretanto, poderão não ter o retorno esperado por causa de um fator essencial que não é levado em conta na hora da realização do curso: o local em que é realizado.

No geral, empresas e profissionais priorizam apenas o tema de interesse, o currículo do instrutor ou o status da instituição responsável. Esquecem-se que o ?palco? do curso é tão importante quanto o conjunto instrutor/conteúdo. Uma ambientação adequada é essencial para que o público possa se concentrar e, principalmente, assimilar o que está sendo exposto. As pessoas devem chegar ao local e perceber que irão participar de uma aula – um momento em que poderão receber, analisar e discutir novos conhecimentos – e não simplesmente assistir a uma exposição de casos que mais lembram uma propaganda velada, ou uma troca de cartões. Portanto, além da qualidade do conteúdo e da didática do instrutor, contar com um ambiente especialmente planejado para esse fim se torna essencial.

Partindo desse princípio, deve-se avaliar todos os aspectos capazes de influir para o desempenho da aula ou do treinamento. Desde características mais amplas (como tamanho da sala, cores, layout e design dos móveis), como os pequenos detalhes (assentos confortáveis, iluminação adequada e a existência dos equipamentos de projeção montados de forma fixa). Até a temperatura e o nível do som são capazes de influenciar o rendimento dos alunos.

No ambiente das organizações, agimos como um computador que roda vários programas ao mesmo tempo. Ficamos com várias janelas abertas à espera de informações de várias fontes (do chefe, dos colegas, do telefone, do e-mails, internet etc), até que numa hora corremos o risco de ?travar?. Sair desse ambiente e participar por algumas horas de treinamento em um local projetado para favorecer e facilitar o aprendizado acaba servindo como uma forma de compensação motivacional. Nesse aspecto, além de ajudar a concentração e, por conseqüência, a melhor assimilação das informações, o ambiente acadêmico é capaz inclusive de contribuir para redução do estresse causado pelo trabalho no escritório.

Para auxiliar profissionais e executivos a avaliar se o ambiente possui as melhores condições para a realização das ?aulas?, a recomendação é observar:

· As cores das salas de aula devem ser suaves e neutras, para não desviar a atenção e, ao mesmo tempo, proporcionar ao ambiente um tom confortável.

· O local deve possuir iluminação adequada, de modo a não ofuscar a vista dos participantes ou gerar reflexos nas telas dos computadores.

· As salas devem ser dimensionadas para um máximo de 30 pessoas, facilitando assim a comunicação com o instrutor.

· Os móveis devem ser confortáveis, mas, ao mesmo tempo, proporcionar uma posição ereta de modo a evitar sonolência.

· É fundamental que equipamentos necessários como datashow, sejam fixos, permanentes, evitando-se assim que improvisos de última hora possam complicar o transcurso do evento.

· O espaço do coffee break não pode ser dentro de uma sala de aula, nem tampouco num hall de circulação. É importante que existam amplas dimensões para que os participantes dos cursos possam se movimentar nos intervalos. Deve ser moderno e permitir, nesta oportunidade, a realização do networking.

Investir na educação dos funcionários é fundamental para atingir-se a excelência em competências. Fazê-lo de modo planejado e estruturado é fundamental. Nunca devemos esquecer que pior que não treinar, é manter colaboradores com conhecimentos inadequados na empresa.

Frase: ?Um desempenho superior depende de um aprendizado superior? ? Peter M. Senge

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima