Promova sua carreira

Quem está fazendo um planejamento de carreira a não se deve deixar levar por oportunidades que aparentam ser boas, mas que não se enquadram no perfil do profissional. Conhecer seu potencial e preferências e estipular metas e estratégias são passos importantes para que o profissional alcance seus objetivos. Sempre é época de se fazer um balanço do período que passou (o que deu certo e errado) e elaborar novos planos e promessas para o futuro. Mas o que pouca gente faz é estender essa análise e planejamento à área de trabalho. Um planejamento de carreira pode ajudar o profissional a alcançar sucesso na profissão.

É importante que o bom profissional se dedique, pelo menos uma vez ao ano, a fazer um diagnóstico de sua carreira e traçar novas metas e estratégias para seu futuro. O mercado atual exige que o executivo faça uma auto-análise, identifique suas competências e defina sua área de atuação para que assim possa atingir seus objetivos. Quem pretende fazer esse tipo de projeto pode contar com a ajuda de consultorias especializadas em recursos humanos ou desenvolvê-lo sozinho. Tudo depende das necessidades e objetivos do profissional em questão. O planejamento é válido e eficaz não só para executivos de grandes empresas, mas também para outros profissionais e até estudantes.

Quem faz um planejamento de sua carreira tem a vantagem de se preparar melhor para a área que deseja atuar e de poder analisar as oportunidades que lhe aparecem de acordo com o que deseja, fazendo assim, a escolha certa. Foi o que aconteceu com o executivo Jorge Kuser, que há 16 anos atuava na área de gerência-geral. Depois de um ano planejando sua carreira com a ajuda de uma consultoria especializada, Jorge decidiu que a melhor alternativa era deixar seu antigo posto para investir na área de consultoria de negócios, apontada pelo planejamento como a mais indicada para ele. A investida deu certo e o executivo começa ainda este mês a trabalhar como consultor. ?Resolvi aplicar à minha carreira aquilo que tinha por princípio de vida e trabalho: o planejamento?, aponta.

Jorge Kuser alerta quem está fazendo um planejamento de carreira a não se deixar levar por oportunidades que, muitas vezes, aparentam ser boas, mas que não se enquadram no perfil do profissional. “Isso pode desviá-lo de seus objetivos e estratégias inicias”, aponta. Também é essencial que se procure manter a disciplina neste processo. Planos e metas devem ser revistos periodicamente, no mínimo, uma vez por ano. Por isso é importante que se faça um planejamento de carreira. O planejamento não deve ser fixo. Ele muda conforme o mercado, os acontecimentos e os objetivos do profissional.

Dicas para elaborar seu próprio planejamento de carreira

  • O profissional deve traçar um perfil completo sobre si, do que é capaz e de que forma ele atua em seu ambiente de trabalho. Para isso, é necessário que ele passe por um verdadeiro processo de investigação, coletando informações de sua personalidade, valores, interesses e aptidões.
  • O segundo passo do processo de investigação se refere ao mercado de trabalho. A pessoa deve coletar dados sobre suas possibilidades de atuação no mercado e ocupações alternativas. Também pode pesquisar o que sua área de atuação está exigindo.
  • Em todo esse processo é extremamente importante a ajuda de familiares, amigos e pessoas que o conheçam bem para ajudá-lo na elaboração de seu perfil e, mais tarde, cobrar o cumprimento de suas metas.
  • Depois é hora de estabelecer objetivos a curto, médio e longo prazo. Por exemplo, falar inglês, fazer um MBA, para mais tarde, ser diretor de uma grande empresa.
  • Por fim, o profissional deve estabelecer estratégias para atingir seus objetivos. Por exemplo, se ele sabe que em seu novo posto terá de ministrar palestras para empresários estrangeiros, é interessante que programe em sua agenda um curso de oratória e intensifique seus estudos em outra língua, planejando uma viagem ou, no mínimo, um curso. E deve se policiar para cumpri-las.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima