Qual é o seu nível de aspiração?

A relação que existe entre o tamanho das suas expectativas e a qualidade dos seus resultados Uma coisa é fato: as nossas realizações estão muito próximas dos objetivos que nos propomos, e isso acontece desde cedo. Lembra, na escola, quando você estudava para tirar oito na prova? Qual era a sua sensação se tirasse nove? Certamente uma grande surpresa e alegria. E se sua nota fosse cinco? Que decepção. Mas grande mesmo era a chance de ficar entre o sete e oito e meio.

Assim acontece em suas negociações! O tamanho das suas expectativas está diretamente relacionado a fatores como: experiências anteriores (tanto de sucesso quanto de fracasso), sua capacidade e vontade de se expor a riscos, sua auto-estima e sua persistência.

Por mais que ninguém diga: ?Eu quero ganhar pouco!?, as atitudes que muitas pessoas têm demonstram isso. Talvez por acharem que não mereçam mais, por acreditarem que estariam prejudicando a outra parte ou até por medo de falhar, de se frustrar, enfim, são inúmeras as razões que levam as pessoas a terem expectativas medíocres. Mas tenha certeza de uma coisa: se suas expectativas forem baixas, será isso que alcançará. E, da mesma forma, se suas expectativas forem altas, também será isso que alcançará.

Parâmetros para estabelecer objetivos ? Existem alguns parâmetros em que nos baseamos para estabelecer nossos objetivos: ou em resultados do passado ou nos resultados atuais, em pessoas do nosso ambiente que consideramos ?pares? ou naquelas, também próximas, que admiramos e desejamos alcançar.

Normalmente não temos consciência, mas a cada decisão que tomamos em nossa vida mostramos qual é nossa expectativa sobre ela: quando decidimos se finalizar uma faculdade é suficiente ou se queremos fazer um MBA; se ficamos em nossa cidade ou aceitamos um desafio de um cargo melhor em outra; até mesmo ao decidir quem colocamos em nossa equipe de trabalho. Todas essas decisões já sinalizam o que queremos alcançar.

Segundo uma pesquisa realizada pela revista Fortune, as pessoas têm expectativas muito próximas da sua realidade atual, ou seja, as que ganham 10 mil reais ao ano responderam que ficariam muito felizes em ganhar um pouco mais que 10 mil reais ao ano; as que ganham 30 mil reais ao ano responderam que ficariam felizes se ganhassem um pouco mais que 30 mil reais ao ano e assim sucessivamente.

Critérios para determinar metas ? Essa mesma dificuldade surge quando precisamos estabelecer as metas da nossa empresa. Nesse caso, os gestores precisam pensar em que ponto estão e a quem querem se comparar: aos piores ou aos melhores do seu segmento. Além disso, nas equipes em que as metas são determinadas por um grupo de pessoas sempre existirá uma negociação e, mediante observação atenta, verão como e com base no que, cada um da equipe determina suas metas, inclusive por fatores pessoais como receio de falhar, insegurança e falta de ambição.

O sentimento de sucesso ou fracasso é individual. Uma pessoa pode ficar muito contente por ter trocado seu Gol 1.0 por uma Parati e outra se sentir um fracasso por ter trocado seu Jaguar por uma BMW. Assim como uma pessoa pode pensar ser uma heroína por ter conseguido sair do sofá e corrido 2 quilômetros e outra estar deprimida por ter feito um treininho fraco de 20 quilômetros.

Expectativas e experiências ? Normalmente, nossas expectativas oscilam com nossas experiências. Quando temos uma experiência bem-sucedida, nossa expectativa aumenta; quando temos uma experiência frustrante, nossa expectativa diminui. Quando temos uma experiência muito bem-sucedida, nossa expectativa aumenta muito; quando temos uma experiência muito malsucedida, nossa expectativa diminui muito. Por isso, é conveniente tentar baixar as expectativas da outra parte, assim conseguiremos concessões mais facilmente.

Como fazer isso? É simples! Digamos que você está negociando uma casa e o corretor está descrevendo alguns dos benefícios que a casa tem:

– A casa tem uma excelente localização ? diz o corretor.
– Realmente, o bairro é ótimo, mas fica tão longe da escola das crianças e do meu trabalho ? argumenta você.
– Olhe que maravilhosa a árvore no jardim ? acrescenta o corretor.
– Nossa, é linda, deve ter muitos anos! Pena que está tão próxima da piscina, quando ventar irá enchê-la de folhas. Já tive um problema assim em outra casa, acabou estragando o filtro e, além disso minha esposa reclamava que fazia sombra na piscina.

Você não precisa fazer isso o tempo todo porque correrá o risco de se tornar uma pessoa chata. Seja sutil e preferencialmente sincero. Dessa forma, estará muito mais próximo de pensar alto do que de mentir. Afinal, a franqueza sempre será um valor considerável no ambiente dos negócios.

Existe uma grande diferença entre a vontade de fazer acontecer e não querer que algo aconteça. Portanto, comece a fazer agora o que você projeta para o seu futuro. Lembre-se de que aos sonhos não importa o preço. Sonhe alto e faça acontecer. Afinal, as coisas nunca são tão boas quanto desejamos nem tão ruins quanto tememos. Elas são o que projetamos, construímos e realizamos.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima