Quatro toques para uma reunião motivacional

Quatro toques para uma reunião motivacional Os resultados das vendas são em geral dependentes do estado motivacional do vendedor. A quantidade de ?nãos? que ele recebe todos os dias termina por colocá-lo em um estado ruim se não houver um apoio adequado. É de muito ganho para todas as partes que o líder faça reuniões periódicas com foco na melhoria motivacional do grupo.

Para conseguir que uma reunião seja motivacional, há vários componentes que precisam ser considerados:

O tema
Embora muitos sejam os temas possíveis, eles não fugirão muito destes:

Tema de resultados (passado) ? Como parte da comemoração de resultados positivos até a data. Em que se valoriza o grupo e se reconhece os indivíduos, com destaque aos desempenhos excepcionais.

Tema de mudanças (futuro) ? Em função da divulgação de atendimento de expectativas do grupo em mudanças que os beneficiem: novos produtos, novos preços ou promoções, novas formas de atender ao cliente, facilidades tecnológicas, campanhas de vendas com premiação, melhorias em geral.

Tema de formação ? Todo aprendizado que pode mudar o resultado do vendedor para melhor. Se for ensinado de maneira criativa e dinâmica, melhor ainda.

Tema motivacional puro ? Gerar alegria, comprometimento, dedicação, camaradagem, disposição para a luta, aumentar o volume de trabalho, competição, garra e também aumentar a auto-estima do grupo e do indivíduo, etc.

O processo
Local apropriado ?
Atenção para o conforto das pessoas. A menos que se queira passar a mensagem de que o grupo não é importante para a empresa.

Horário ? Observação do horário combinado: início e duração, que seja conveniente para a maioria.

Objetividade ? Falar o mínimo necessário, explicar com clareza o que está sendo exposto. Não se repetir em relação ao que já foi falado em reuniões anteriores (efeito disco riscado).

Ação para todos ? Colocar a equipe para agir através de exercícios, discussões e dinâmicas de grupo.

Oportunidade de se manifestarem ? Dependendo do tamanho do grupo, individualmente ou como representante de um subgrupo.

Os recursos
» Explanação verbal cuidadosa, pré-preparada, objetiva e direcionada.

» Uso dos instrumentos de multimídia, como som e apresentação em PowerPoint.

» Vídeo motivacional coerente com o tema da reunião.

» Trecho de um filme comercial que exemplifique o que está sendo mostrado.

» Textos que, por serem bem escritos sobre o tema, justificam sua leitura.

» Utilizar histórias de sucesso do próprio grupo, da história da empresa ou geral, nessa ordem de importância.

» Apresentação de metáforas leva o grupo a conclusões sobre o tema ou o faz refletir sobre algum comportamento solicitado.

» As dinâmicas de grupo são poderosas ferramentas pedagógicas. Toda a educação básica de um vendedor, por exemplo, pode ser ensinada de forma magnífica por meio de dinâmicas. Também podem ser usadas para posicionar o grupo em um determinado estado de espírito, como para gerar aquecimento, alegria, descontração, aproximação, etc.

O ambiente geral
Como estamos falando de motivação, é sempre importante lembrar que para as pessoas estarem motivadas em um trabalho precisam, em primeiro lugar, ter seus objetivos pessoais, desejos e necessidades alinhados com os objetivos da empresa. Por exemplo: se alguém é voltado para a possibilidade de encarreiramento e a empresa não dá está oportunidade, não haverá motivação duradoura para esse indivíduo. Sabemos que as possibilidades de desalinhamento são muitas. Cabe à empresa fazer um trabalho de ajuste para que todos caminhem na mesma direção.

A motivação frutifica mais quando os colaboradores apresentam alguns comportamentos-chave, porém não se impõe mudança comportamental sem que o indivíduo concorde internamente com ela.

As pessoas não irão melhorar seu desempenho ou atitude de forma constante se forem tratadas aos gritos ou chutadas pelo traseiro. Trarão resultados crescentes e constantes se forem apoiadas a desenvolverem suas próprias estratégias de atuação na organização.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima