Roberto Shinyashiki diz como equilibrar vida pessoal e profissional

Encontre seu brilho próprio e viva melhor

A correria desenfreada pelo sucesso e a necessidade de equilibrar a vida pessoal com a profissional estão levando as pessoas à frustração, ao cansaço e ao esgotamento. Para ajudar você a viver melhor, a Motivação realizou uma entrevista exclusiva com Roberto Shinyashiki.

Psiquiatra, pós-graduado em Administração de Empresas (MBA-USP) e doutor pela Faculdade de Administração da Universidade de São Paulo, Shinyashiki aprofunda seus conhecimentos no meio acadêmico e através de ensinamentos dos antigos sábios da Índia e do Japão. Seus estudos resultam em livros, palestras e trabalhos como consultor de empresas, ajudando as pessoas a se realizarem tanto no campo afetivo quanto no profissional.

Além de colaborar assiduamente em programas de televisão, rádio e revistas, ele é autor de 13 livros, entre eles Tudo ou Nada, Heróis de Verdade, Os Segredos dos Campeões, que já venderam mais de 6,8 milhões de exemplares no Brasil, América Latina, Europa e Japão. Confira na entrevista os conselhos de Roberto Shinyashiki.

O que as pessoas devem fazer para detectar se já atingiram seu limite e, depois, sair dessa situação extrema?

As pessoas se tornam frustradas porque se colocam em diversas situações sem priorizar as coisas que são importantes para a vida delas. E quem não sabe priorizar perceberá que gastou muito tempo com atividades sem sentido. A vida é muito curta, por exemplo, para abrir e responder todos os e-mails que recebemos. É importante que, em vez de pensarmos em um jeito melhor de realizar tudo o que fazemos, nos perguntemos se o que estamos fazendo é importante, se precisa ser feito.

Essa correria desenfreada é fruto da necessidade individual ou de uma cobrança imposta, que obriga as pessoas a buscarem o sucesso a todo custo?

A sociedade quer definir o que é certo. São quatro loucuras da sociedade. A primeira é instituir que todos têm de ter sucesso, como se isso não tivesse significados individuais. A segunda loucura é que deve-se estar feliz todos os dias. A terceira é: ?Você deve comprar tudo o que puder.? E a quarta é seguir todas as regras das pessoas de sucesso para se tornar importante. Não há regras. Defina o que é sucesso para você, para não cair nessas armadilhas. Quando a pessoa realiza sua vocação pode usufruir do sucesso. Há pessoas que imaginam que com o sucesso podem conseguir tudo aquilo que não têm, quando o correto seria conseguir tudo o que consideram verdadeiramente importante.

O que as pessoas devem fazer para se livrar dessas cobranças e buscar o que realmente é melhor para elas, sem que sintam-se culpadas?

O primeiro passo é pensar nas coisas que fazem as pessoas cederem a essa tirania e tentar evitá-las. São três fraquezas. A primeira é precisar de aplauso, a segunda é precisar sentir-se amado e a terceira é buscar segurança. A cobrança, muitas vezes, parte de nosso círculo de relacionamentos, ou seja, amigos, colegas de trabalho, família. O que ocorre é que nos deixamos influenciar por comentários de pessoas que estão frustradas com suas vidas e transmitem essa insatisfação e infelicidade para nós. Por isso, temos de nos blindar e entender que sempre temos opções.

Como ter qualidade de vida e conquistar a realização profissional?

Qualidade de vida nem sempre é fazer uma refeição calma no intervalo do trabalho ou chegar cedo em casa para assistir televisão com a família. Qualidade de vida é viver apaixonadamente. Para mim, escrever um livro, dar palestras, trabalhar em minha editora são tão apaixonantes quanto ir a um bom show de rock ou a uma peça de teatro. Quem vive apaixonadamente consegue obter qualidade de vida, mas quem não vive dessa forma terá monotonia.

É possível viver apaixonadamente com a vida estressante, a correria e as exigências excessivas no dia-a-dia das empresas?

Tenha claro qual é a sua missão. Quando trabalha em sua missão de vida, você não se preocupa com as conquistas dos outros. A maioria das pessoas age como aqueles cachorros vira-latas que têm comida boa na sua tigela, mas sempre estão de olho no pão embolorado do outro. Precisamos aprender a se posicionar diante das cobranças sempre se questionando: ?Estou tendo um estilo de vida que me agrada? Estou realizando meus sonhos pessoais e profissionais?? Respondendo a essas perguntas, você saberá distinguir as cobranças necessárias para seu crescimento.

Como entender que é preciso parar de ficar só olhando para o lado e procurar ser uma estrela de brilho próprio?

Hoje, as pessoas não conseguem nem ser nem ter, o grande objetivo de vida se tornou parecer. Veja na natureza, é uma bobagem uma roseira querer florescer como um pinheiro ou um pinheiro querer dar flores como uma roseira, pois na composição de uma paisagem cada um terá seu brilho. As pessoas não podem entrar no jogo do capitalismo em que ?ganha mais quem ganha mais dinheiro?. Felicidade também é lucro. Eu não contabilizo só como resultado a última linha do balanço, mas o número de amigos que faço no ambiente de trabalho ou o número de pessoas que se realizam trabalhando comigo. Esses são mais do que resultados, são benefícios.

Como os vendedores, tão cobrados por resultados, podem conseguir o equilíbrio entre o bom desempenho sem prejudicar a qualidade de vida?

Atualmente, o grande desafio não é trabalhar muito, mas trabalhar melhor. Para isso, o profissional de vendas deve entender que é por meio do seu trabalho que pessoas serão beneficiadas e terão soluções para seus problemas. A compreensão desses dois fatores contribuirá para que seus objetivos e suas metas sejam superadas, não pelas cobranças de outros, mas pelo seu compromisso.

Parece que para viver melhor é preciso ser como os super-heróis da ficção. Mas como ser um herói de verdade atualmente?

Trabalhe para realizar seus projetos de vida, e não para impressionar os outros. Infelizmente, no Brasil, existe uma tendência das pessoas só valorizarem diretores e presidentes de multinacionais. Isso gera um ambiente de pessoas estressadas e frustradas por não atingirem esse status. Devemos valorizar a professora de Ensino Fundamental, o policial, a enfermeira, enfim, os heróis de verdade são pessoas comuns que realizam sua essência e sabem qual é a sua missão na vida.

Para saber mais: www.shinyashiki.com.br

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima