Robson Dutra de Souza

Para ele, qualquer momento é bom para vender Para ele, qualquer momento é bom para vender

Aos seis anos, Robson Dutra de Souza já encantava os clientes do restaurante da avó, ao convencê-los a comprar rifas de bonecas artesanais. Era o início de uma carreira de sucesso em vendas.

A capacidade de comunicação sempre foi o seu forte, e foi isso que fez com que ele tivesse facilidade para vender os mais diversos tipos de produtos: salgadinhos, geladinhos, peixes, calçados, roupas, celulares e imóveis. Há quatro anos vendendo carros ou, como ele prefere dizer, ?realizando sonhos?, Robson acredita que percepção, capacidade de argumentação e bom senso são fundamentais para um supervendedor. ?Certa vez, uma senhora muito simples entrou na concessionária e, ao atendê-la, eu disse: ?Posso embrulhar para presente ou a senhora vai levar assim mesmo??. Ela perguntou por quê, e eu respondi que pela maneira que ela olhava, era aquele o carro escolhido. A senhora começou a chorar muito e me contou que estava tentando comprar um carro há dias, mas ninguém queria atendê-la, por ela ser uma pessoa muito simples.?

A paixão pela arte de vender é tão forte que, mesmo quando não está em horário de serviço, Robson vende. ?Sempre que tenho a oportunidade de falar com alguém que possa ser meu cliente, no supermercado, no estacionamento, me apresento e deixo um cartão.? Mas, além de vender seus produtos, Robson também costuma realizar vendas para terceiros. ?Gosto tanto de vender que quando vou ao shopping com meus amigos, sou eu que vendo para eles, e não os vendedores das lojas. Começo a falar do produto e eles acabam comprando.?

A habilidade para encantar clientes e a facilidade para vender, somados aos mais de 26 anos trabalhando com vendas, foram o passaporte para um novo desafio. No final de 2005, Robson assumiu a gerência da concessionária Divesa de Londrina, no Paraná. A meta inicial era vender sete carros importados por mês, mas a equipe está vendendo 12. ?É um bom resultado, mas eu ainda não estou satisfeito; o meu segredo é querer sempre mais?, finaliza Robson.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima