Sabedoria é não ficar na teoria

Como fazer o aprendizado ser disseminado na empresa?

Palestras, treinamentos, videoaulas, jornais, revista VendaMais e livros sensacionais servem como fontes valiosas de reciclagem, atualização e desenvolvimento do profissional de vendas.

 

Quando faço treinamentos com vendedores e seus líderes, promovo a aplicação das técnicas em grupos ou de forma individual, pois, sem fazer isso, não existe retenção do conhecimento. O desafio está na continuidade que esses profissionais darão ao treinamento, que só termina quando chegarem a traçar em sua empresa um plano de ação baseado nas ideias obtidas durante o evento.

 

O líder tem um papel essencial na valorização do investimento feito em treinamentos, pois ele precisa ser o exemplo e provocar a cooperação na aprendizagem da equipe. Quando um grupo estuda e pratica junto, aparecem as melhores práticas e uns aprendem com os outros. Eu não conheço melhor maneira de treinar equipes de vendas. Além disso, cooperação combina perfeitamente com competição, que dá o tempero certo e apimenta a relação do grupo.

 

Por isso, permita que as pessoas que participem de uma palestra ou leiam um livro bacana, compartilhem o aprendizado e as ideias com seus colegas – pode ser com uma apresentação ou uma discussão em grupo. O fato é que uma dinâmica simples e rica como essa torna o grupo integrado e todos realmente aprendem algo novo.

 

Você se tornará um agente multiplicador e saberá que aprendemos muito mais quando ensinamos e aplicamos. Quando não fazemos nada, a informação se perde rapidamente. Há pessoas que não percebem a importância de um treinamento nem entendem o valor para si próprio, antes de ser bom para o negócio da empresa, e muitos participam de treinamentos porque são intimados a fazer parte.

 

Mas existem profissionais que estão à frente e estudam muito. Para esses, quero dar algumas recomendações na hora de adquirir sabedoria sem ficar na teoria:

 

  • Estabeleça seus objetivos de aprendizagem e se interesse pelo estudo que fará.
  • Busque fontes com referência e prestígio, como a VendaMais e seus colunistas e articulistas.
  • Tenha cuidado com a internet, ela está cheia de “doutores em vendas” que nunca venderam e nem sequer têm base para ensinar você e apoiar sua empresa.
  • Procure disciplinar-se a ler bons livros. Se quiser dicas, envie-me um e-mail, que eu lhe mandarei uma lista (meu e-mail direto é [email protected]).
  • Invista em sua carreira. Treinamento é investimento, não despesa.
  • Procure usar o que aprendeu sem misturar tudo. Planeje a aplicação por etapas.
  • Se puder, crie um grupo de participação. Afinal, se você tem colegas de trabalho, eles podem aprender e praticar contigo acrescentando ideias para que as técnicas se tornem suas, como a nova versão de uma música.
  • Faça as coisas no seu ritmo, não meça seu sucesso pelos outros. Tente ser melhor que você mesmo(a), todo dia.
  • Tenha paciência e persistência, nem tudo dá certo de primeira.
  • Não se sabote dizendo que isso ou aquilo não se aplica ao seu negócio porque ele é muito específico. Sem tentar, jamais poderá saber se dá ou não resultado. Flexibilidade é fundamental para ajustar ideias, técnicas e ferramentas em vendas.

 

Para finalizar, aprender com humor é mais saboroso, como dizia Wall Disney. Portanto, divirta-se na hora de transformar pilhas de livros, conteúdos pesquisados e essenciais treinamentos regulares em conhecimento prático e positivo para o seu negócio.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima