Sempre há tempo para ajudar a quem precisa

Sempre há tempo para ajudar a quem precisa Por Felipe Vanini

Nome: Leda Cristina Reame do Amaral
Formação: Ensino médio
Profissão: Gerente de Negócios do Banco Santander Banespa
Missão: “Enxergar numa criança a alegria através de um sorriso”

Montar uma ONG com fins beneficentes é uma tarefa nobre. Alguém pode negar? Especialmente se nela se desenvolve um trabalho sério, como é o caso da Oficina Educacional da Criança e do Adolescente (Oeca), em Nova Horizonte. A Oeca foi fundada em 1998, surgiu da associação das forças de Gisele Beraldo, Isabel Silva e Leda Amaral.

Atualmente, cerca de 50 crianças carentes com idade entre 7 e 14 anos participam das atividades desenvolvidas na Oeca. Oferecem auxílio-alimentar, esportes, lazer, cultura, atendimento especializado, psicológico e médico. Para participar, as crianças devem estar matriculadas em alguma escola.

Leda trabalha no Santander Banespa. Durante 15 anos fez atendimento bancário no caixa, há três assumiu o posto de gerente de negócios e, hoje, é responsável por cerca de 1,7 mil contas de pessoas físicas. A rotina de Leda é estafante: ?Saio de casa bem cedo para o trabalho, volto para almoçar, levo a minha filha de seis anos à escola, volto ao trabalho de onde saio perto das seis horas da tarde?. Com o projeto social que desenvolve, Leda já foi uma das vencedoras do prêmio ?Voluntário do Ano?, na edição de 2005, realizado pelo Santander Banespa.

Em casa, ela e o marido dividem as atenções para a filha, portadora da síndrome de Down. Leda poderia usar ?n? desculpas para não fazer trabalho voluntário. Em alguns dias, trabalha mais de nove horas no banco, mas destina parte do seu horário para organizar eventos que arrecadam fundos para instituição. Além de satisfação pessoal, ela encontrou outro combustível que a impulsiona: ?Ajudar os outros faz as pessoas me enxergarem com outros olhos?.

Para saber mais
Visite o site: www.oeca.com.br

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima