Status e competência

Saber ocupar seu espaço com personalidade, ou seja, adquirir não só cultura técnica, mas também geral (ter o que dizer) é o que importa. Você concorda? Uma pessoa de status é geralmente apontada como aquela que ocupa uma posição importante na sociedade. Sua presença é notada, seu nome é registrado, suas opiniões são ouvidas. Status também tem a ver com o aplauso da sociedade, com o prestígio. Mas, sem falar do potencial financeiro, que nos é bastante óbvio, o que mais pode ser relacionado com status? Será que existem qualidades mais nobres ligadas ao status, do que simplesmente ser rico? Sim. Nesta matéria, você poderá ver como certas pessoas são influentes na área em que atuam a partir do valor que adquiriram com um trabalho bem feito.

O headhunter (caçador de talentos) Bernt Entschev, presidente do Grupo de Capital Humano Bernt Entschev, observa que uma pessoa, para ser notada, deve realizar uma trabalho que faça a diferença. Ou seja, é preciso ter profunda certeza de que seu projeto profissional irá auxiliar as pessoas.

Ele acredita que o profissional que tem uma boa idéia, muita garra e perseverança, consegue se sobressair e conquistar espaço no mercado, ascendendo, inclusive, socialmente. ?Acredito que no Brasil as oportunidades são tão reais quanto as dificuldades. Caberá a cada um trabalhar por aquilo que acredita?.

Segundo Entschev, o aplauso da opinião pública é muito importante porque sinaliza que o tempo e a dedicação investidos em determinada idéia estavam corretos. Mas, alerta: esse aplauso não deve incitar a vaidade e nem levar a conclusões erradas.

A seguir, alguns bons exemplos de pessoas que conquistaram status por meio de uma dedicação especial ao trabalho que tinham nas mãos.

Responsabilidade Social

Ela trouxe visibilidade para o setor social no Brasil. Seu status surgiu a partir de um trabalho sério direcionado à criação de oportunidades de desenvolvimento humano. Com muita competência, a psicóloga Viviane Senna comanda o Instituto Ayrton Senna (IAS), que já ajudou quase 4 milhões de crianças e jovens brasileiros, desde a sua criação, em 1994.

Valores como determinação, motivação, perseverança, otimismo e o orgulho de ser brasileiro são atribuídos à personalidade de Ayrton Senna, que Viviane costuma afirmar serem ressaltados nos projetos desenvolvidos pelo Instituto. Ela acredita que é possível ativar a força que cada pessoa traz dentro de si para realizar o seu próprio potencial, descobrir que também pode ser um campeão, um vencedor na vida.

A responsabilidade social assumida de forma inteligente por Viviane Senna, seguramente, é o principal motivo para ser identificada como uma pessoa de status. Seu trabalho mostra como a ação social pode contribuir para a sustentabilidade e o bom desempenho empresarial, além de colaborar para a criação de condições e oportunidades para que crianças e adolescentes brasileiros possam desenvolver plenamente o seu potencial como pessoas, cidadãos e futuros profissionais.

Beleza

Ana Hickmann foi considerada pela Vogue brasileira como uma das 10 mulheres mais bonitas do país de todos os tempos. Internacionalmente, seu prestígio foi consolidado quando, neste ano, sua imagem foi escolhida para fazer a campanha mundial da marca Wella. Certamente, ela é um exemplo de status ligado à beleza.

Hoje, aos 24 anos, sua imagem e seu nome são tão bem aceitos no mercado que Ana os empresta para diversos licenciamentos do segmento de moda, como: a linha de maiôs e biquínis Sais by Ana Hickmann, as jóias Ana Hickmann Collection e os produtos para estética corporal Ana Hickmann by Valmari. As grifes Valisiere, Cia Marítima, Ellus, o Shopping Iguatemi e a internacional Victoria`s Secrets apostam na mensagem glamourosa passada pela marca Ana Hickmann.

Nascida na cidade de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, Ana mudou-se para São Paulo em 1996 para uma seleção de modelos. No ano seguinte, ela começou a despontar no mercado nacional com capas de Capricho, Boa Forma, Corpo a Corpo, Desfile e Criativa. Desde os 17 anos, é casada com o empresário Alexandre Corrêa, a quem Ana confere a responsabilidade por sua carreira ser bem-sucedida.

Embora seu sucesso esteja fortemente ligado a sua estética, pesa também o fato de nunca aparecer em escândalos ou ser o centro de matérias sensacionalistas. A questão da integridade associada ao seu nome confere segurança para qualquer produto que se queira vincular a ela. Também a elogiada responsabilidade com seu trabalho e o envolvimento em campanhas sociais ajudam a construir a sua beleza, o seu status.

Credibilidade

O currículo de Paulo Henrique Amorim é um dos mais respeitados do jornalismo brasileiro. Ele nasceu no Rio de Janeiro e foi o pioneiro em quase todos os projetos em que esteve à frente: primeiro correspondente da Veja em Nova York; abriu o escritório da Globo, na Big Apple; iniciou as coberturas em tempo real para WebTV, no antigo ZAZ. Atualmente, aos 62 anos, apresenta o Tudo a Ver, da Rede Record, e é diretor de jornalismo do Portal UOL.

Passou boa parte de sua carreira como correspondente internacional nos Estados Unidos. E foi na América que construiu toda noção de jornalismo em que acredita. Além disso, seu perfil profissional também é composto por uma postura firme contra a manipulação da informação.

Paulo Henrique se auto define como ?independente?. Atua de forma crítica aos meios de comunicação de massa e transmite para o público a idéia de isenção quanto à notícia que veicula. Trabalha com uma boa reputação, alcançando um alto índice de credibilidade junto aos seus telespectadores. Isso o faz uma pessoa de status.

A credibilidade do seu trabalho advém justamente de uma certa ousadia em dizer a verdade quanto aos bastidores da notícia. Prova disso, é o livro que escreveu: ?Plim, Plim ? A Peleja de Brizola Contra a Fraude Eleitoral? (Conrad Editora). Um ataque contra a Globo. Uma resposta ao livro ?Jornal Nacional ? A Notícia Faz História?, lançado ano passado. Em seu livro, Paulo mostra que houve tentativa de fraude para que Moreira Franco ganhasse a eleição contra Brizola, diz que a fraude nunca foi apurada e garante que a Globo preparava a opinião pública para aceitá-la.

Competência

Mostrar capacidade técnica, ter visão de conjunto, prever, organizar, comandar, fazer uma correta apreciação de valores e oportunidades. Essas são as características que, juntas, compõem a personalidade de um profissional competente, o que também garante status.

O trabalho que o engenheiro Mário Antônio dos Santos desenvolve exige muita competência. Ele coordena uma equipe de engenharia que concebe projetos de novos produtos na fábrica de Cabines da Volvo do Brasil. Sua atuação está relacionada com a área de Pesquisa e Desenvolvimento, ou seja, novos materiais e tecnologias. O que exige contato com o pessoal da Volvo na Europa e nos Estados Unidos. Por conta desta carreira, Mário já esteve, além dos Estados Unidos, na Suécia, Bélgica, Holanda, França, Alemanha, Suíça, Espanha e Itália.

As pessoas que disputam um lugar ao sol lutam pelo original, pelo diferenciado. Mário conta que buscou essa diferença profissional não apenas fazendo o que gosta, mas também se concentrando em gostar do que estava fazendo. ?Também me esforcei para formar redes de contato profissional. Num ambiente assim, foi mais fácil buscar diferenciação: falar duas ou três línguas, fazer algumas especializações, aprofundar a busca de know-how e procurar desenvolver as atitudes profissionais adequadas?.

De acordo com o engenheiro, para uma pessoa ser notada é preciso ter personalidade, ou seja, saber ocupar seu espaço, adquirir não só cultura técnica, mas também geral (ter o que dizer), ser consistente e coerente. Ele considera também que ?a mobilidade social é mais pesada no Brasil do que na maioria dos países de primeiro mundo, mas sempre existe lugar para quem não se acomoda, pra quem se esforça, planeja sua carreira, é confiável, dinâmico, comunica-se bem. Se a essas características alia-se uma boa empresa ou bom negócio, então a vitória profissional é quase 100% certa.?

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima