Sucesso é o que vem depois

O segredo da felicidade está em viver menos cada momento como se fosse o último, mas como se fosse o primeiro. Pessoas felizes não vêem a felicidade como um desejo, mas como algo que pode ser feito agora, para o qual se pode adotar uma atitude proativa. O segredo da felicidade está em viver menos cada momento como se fosse o último, mas como se fosse o primeiro. Pessoas felizes não vêem a felicidade como um desejo, mas como algo que pode ser feito agora, para o qual se pode adotar uma atitude proativa.

Mesmo que pareça contraditório, não é possível querer ser feliz, porque experimentamos a felicidade indiretamente. A experiência da felicidade é um acessório de nossas ações, de uma postura de responsabilidade própria, de decisões objetivas. A felicidade está sempre em linha reta com o esforço próprio, com a vitória sobre dificuldades: a felicidade é um prêmio de vitória. Para o estado de felicidade, são necessárias disciplina e concentração. A disciplina é necessária para toda sorte de crescimento e aprendizado.

Certa vez, Steffi Graf afirmou em uma entrevista: ?Muitas jovens gostariam de fazer uma grande carreira no tênis, mas muito poucas têm a disciplina necessária para tal?. No fundo, cada um sabe como tornar-se bem-sucedido; mas poucos são persistentes o suficiente para virar a seu favor os ventos contrários. O escritor americano Richard Bach escreve: ?Nunca lhe foi dado um desejo sem as condições para realizá-lo; mas é possível que você tenha de se esforçar para alcançá-lo?. Sou grato a meu pai por muitas coisas que herdei dele mas, acima de tudo, pela mensagem que ele repetia incansavelmente: ?Se o resultado final é a satisfação completa, você não pode antever, mas nunca se repreenda por não ter dado o melhor de si?.

O truque de Münchhausen
Entretanto, mesmo com muita disciplina, sempre há a possibilidade de errar no objetivo ou não conseguir realizar um desejo. Isso é depreciativo? Uma vida só pode dar certo se também existir a possibilidade de não dar certo; não é possível obter um sem a possibilidade do outro. Ninguém quer fracassar na vida, entretanto, se quisermos excluir a possibilidade de insucesso, dificultamos ao mesmo tempo a realização do sucesso. Não há nada de negativo no insucesso; sem disposição para ele, não há ação. Aquele que não está preparado para perder permanece fraco, aquele que quer permanecer inocente já morreu. Os percalços não são algo a ser evitado, pois revelam-se altamente produtivos. Todas as pesquisas sobre desenvolvimento de autoconfiança confirmam inexplicavelmente aquilo que o mais breve episódio das histórias de aventuras do conde de Münchhausen nos coloca diante dos olhos como atraente e enigmática ilustração; refiro-me àquela cena em que ele puxa pelos cabelos a si mesmo e seu cavalo para saírem da lama. Nossa autoconfiança não cresce por assistência e agrados recebidos, mas sim da experiência de livrar-nos por força própria das situações de crise e abatimento, ou seja, da ação de ?puxar a si mesmo para fora da lama?: uma experiência única que ninguém pode nos tomar.

Para Saber Mais: Toda Mudança Começa em Você, do Dr. Reinhard K. Sprenger (Editora Fundamento)
Onde encontrar: www.livrariascuritiba.com.br

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima