Surpreenda o público de suas apresentações

Não faça como todo mundo. Comunique-se de forma diferente, conquiste seu público e venda mais Aqui entre nós, ninguém fica muito empolgado quando recebe o convite para assistir à apresentação de um projeto ou produto, não é? Para falar a verdade, muitas pessoas têm até uma expectativa negativa para esses eventos, pois temem que ela seja longa, entediante ou simplesmente perda de tempo.

Se você é um dos muitos profissionais que usam apresentações corporativas como ferramenta de trabalho, vire o jogo e surpreenda seu público. Faça uma apresentação rápida, objetiva, que vá diretamente ao ponto e cative a atenção da audiência. Mas como? O segredo é focar o que interessa ao público. Isso parece óbvio, mas o fato é que ninguém põe em prática.

O que mais se vê são apresentações padronizadas, que começam falando da empresa, depois mostram toda sua linha de produtos e, em seguida, abordam modelos de negócio, cases de clientes e blablablá. Enquanto isso, na tela do PowerPoint desfilam slides repletos de números, tabelas, gráficos e textos, tanta coisa que deixa o público zonzo.

Com freqüência, essas apresentações têm de terminar às pressas ? ou porque estouraram o tempo previsto ou porque o apresentador percebe a impaciência da audiência e resolve antecipar a parte das perguntas. E o resultado final, infelizmente, nem sempre é a venda de um produto, projeto ou idéia, que era o objetivo do apresentador.

Agora, imagine se você começasse sua apresentação dizendo exatamente o que seu público quer ouvir. Se, em vez de enchê-lo de informações, focasse naquilo que realmente interessa a ele. Pense se ela tivesse slides mais limpos e informativos, fosse rápida e deixasse as pessoas interessadas em obter mais detalhes. Não seria muito melhor?

O que esse tipo de apresentação tem de diferente é muito simples: ela foi concebida segundo critérios e técnicas de comunicação. Como a própria palavra sugere, comunicar é tornar algo comum e provocar uma ação. Sua base está na percepção dos interesses e necessidades das pessoas a quem dirigimos nossa mensagem.

Da próxima vez que você preparar uma apresentação, coloque-se no lugar do público e se questione: o que ele precisa e lhe interessa saber? Uma vez descoberta a resposta, não tenha dúvida de que esse é o caminho para iniciar seu trabalho. Deixe de lado aquele discurso padronizado e fale o que as pessoas desejam ouvir. Aposto que o resultado será muito melhor!

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima