Um vendedor precisa ter feito faculdade para ser realmente bom?

Um vendedor precisa ter feito faculdade para ser realmente bom? O que faz a diferença entre um vendedor bom e outro nem tanto? Formação superior, atitudes, motivação, conhecimento de técnicas de venda ou treinamento constante? Sabendo que apenas 29% dos vendedores brasileiros possuem ensino superior completo (dados da Pesquisa do Perfil do Vendedor Brasileiro feita em 2007 pela VendaMais e pelo Instituto Toledo & Associados), fizemos essa pergunta a você para conhecer sua opinião. As melhores respostas você confere aqui.

?Vender é um dom, um talento inato, e cabe a cada um desenvolvê-lo. Lógico que a cultura adquirida através do estudo é uma ferramenta auxiliar na venda, mas, a menos que a venda seja de um produto de alta especialização, não vejo necessidade de o vendedor ser formado em uma faculdade?
Henrique V. Malzone

?Acho que o vendedor deve fazer faculdade justamente por ser bom, não para ficar bom. Defendo que devemos aprimorar nossos talentos, e não buscar ser um talento fazendo uma faculdade?
Djenane Silva Garcia

?O bom vendedor não precisa ter feito faculdade, mesmo porque algumas até atrapalham na formação de um bom vendedor, pois após terminar o curso ele acha que sabe tudo e não precisa aprender mais nada. Acredito que o bom vendedor deve ter disposição e mente aberta?
Luis Carlos Martins Silvino

?Eu, vendedor com muito orgulho, aprendi a vender batendo pastinha na rua e conversando com as pessoas. Mas só consegui ganhar dinheiro depois que comecei a propor estratégias e usar algumas coisas que aprendi no curso de Comunicação Social ? Relações Públicas. A partir daí, identifiquei oportunidades de negócios usando estratégias que me ensinaram na minha pós-graudação em Marketing. Bom, a faculdade serviu para eu suar menos e ganhar mais?
Marcelo Cabral

?David Portes (David, o camelô), da banca de doces, é um grande exemplo de que não é preciso ter faculdade para alcançar o sucesso. Para ser realmente bom é preciso ter comportamentos, e não bagagem. Não que a faculdade não ajude, mas depende do público do vendedor. Se seu comportamento for adequado, procurar usar o português correto e um linguajar apropriado, o curso superior não fará falta?
Robert Yoel Cabili

?Eu acredito que é preciso ter faculdade, pois não sou formado e diariamente me deparo com dificuldades na hora de abordar clientes. Trabalho em uma revista e visito algumas agências de publicidade que utilizam termos diferentes, principalmente em inglês ? acho que me falta uma graduação. Mas isso não me faz inferior, sempre procuro me atualizar através da VendaMais, sites e livros sobre marketing. Estou batalhando financeiramente para cursar o ensino superior e fazer um bom curso de inglês para que eu possa me aprimorar. Capacidade eu tenho!?
Michel Ferrari Lopes

OPINIÃO DO ESPECIALISTA ? PROF. HEINZ

É amplamente difundido que estamos na era da informação, mais precisamente na era do conhecimento, que é quando adaptamos e colocamos em prática as informações que recebemos. De pouco adiantará tê-las se não soubermos exercê-las, ou seja, colocá-las em prática.

Então, surge a pergunta: onde está a informação? Bem, ela está por todos os lados ? em livros, jornais, escolas, cursos, palestras e até mesmo no dia-a-dia. Assim, ter formação superior é ótimo, mas não é um pré-requisito para ser um vendedor nota dez. Conheço vários profissionais de vendas que possuem o famoso ?canudo?, mas não são bons vendedores. Também conheço outros que são formados pela ?universidade da vida? e se tornaram verdadeiros campeões. Então, fica claro, pelo menos para mim, que o que realmente importa é o que fazemos com o que sabemos. A universidade é ótima, mas ela, por si só, não garante sucesso em nenhuma profissão. O que importam são as atitudes que temos diariamente ? com ou sem faculdade.

OPINIÃO DO ESPECIALISTA ? FERNANDO OLIVEIRA

Não acredito que o vendedor precise de faculdade para ser bom. Posso até dar um exemplo: o norte-americano Joe Girard não tinha muito estudo e teve de superar grandes adversidades durante sua vida, mas sempre manteve uma atitude positiva, um desejo de aprender e principalmente uma enorme disposição para ajudar outras pessoas. Não é por acaso que foi considerado o maior vendedor do mundo.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima