Varejo multifunção

Estamos diante de um consumidor mais informado em todo o processo da compra, que sabe valorizar a qualidade dos produtos, o atendimento e o empenho do profissional de vendas. Estamos diante de um consumidor mais informado em todo o processo da compra, que sabe valorizar a qualidade dos produtos, o atendimento e principalmente o empenho do profissional de vendas. Racional, sabe quanto custa o seu dinheiro. Só abre o bolso se você souber tocar seu coração.

Está havendo uma progressiva redução de espaço das casas e dos apartamentos, exigindo, assim, a criatividade do varejo para aproveitar melhor as áreas disponíveis e trabalhar com inteligência a decoração dos novos lares. Cores arrojadas e alegres. Ambientes confortáveis para as pessoas viverem o sonho da sua vida.

Aos olhos do consumidor, a ambientação da loja é muito importante. Estimula sua imaginação. As pessoas se ligam mais às idéias, conceitos e sonhos. Vender somente produto é coisa do passado e muito chato. Venda conceitos. Venda conforto e visual merchandising, no salão de vendas, nas paredes e em todos os espaços livres.

Acelerada profissionalização de todos os segmentos do comércio. A concorrência não se restringe às lojas mais próximas. A compra de um jogo de estofado pode ser trocada por uma viagem ou pela entrada de um carro novo. O mercado não é mais de amadores ou para amadores. Ou você é profissional, na acepção da palavra, ou estará ferrado.

Empresários, gestores do negócio, vendedores, analistas de crédito, montadores, prestadores de serviço, pós-venda, sistema de entrega, todos devem trabalhar integrados nessa nova corrente da eficácia. Precisam deixar de ser simples operadores de loja. O negócio é ser operador de sonhos. Mas de forma profissional e surpreendente.

Fim da loja meramente receptiva. A palavra-chave é multimídia. Multifunção, multi o que você imaginar. Ambiente eletrônico multiacesso: site, e-mail, telemarkting, 0800, quiosques avançados fora do ponto-de-venda, negociação on-line, venda externa. A loja operando como plataforma inteligente, transcendendo sua antiga função.

Chegou a hora de buscar o cliente em seu domicílio residencial ou comercial. A hora de a empresa inteira saber vender. Mix de produtos e política de preço com foco no foco do cliente. A empresa com forte empatia. Conhecer e gostar de gente. Entender e atender às necessidades das pessoas. Vender e entregar sonhos.

Esgotadas as oportunidades nos grandes aglomerados urbanos, as redes maiores estão direcionando seus canhões para as pequenas e médias cidades. As empresas que operavam confortavelmente nesses redutos que se cuidem. Mudem rapidamente ou seus clientes migrarão para esses novos templos de consumo que estão chegando. Saia da zona de conforto. Melhor vender lenços do que chorar.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima