Vipal ? Paixão e dedicação na construção de uma grande empresa

Vipal ? Paixão e dedicação na construção de uma grande empresa O primeiro carro comprado por ele ainda está na garagem. A relíquia que data de 1947 demonstra quão grande é a paixão de Vicencio Paludo por carros. E foi essa paixão que o incentivou a investir naquela que é hoje uma das maiores empresas de materiais para reforma e reparo de pneus no Brasil e no mundo: a Vipal.

História ? Nos anos 60, Vicencio era proprietário de um pequeno posto de gasolina no interior do Rio Grande do Sul, que contava também com uma reformadora de pneus. Com o passar do tempo, a veia empreendedora começou a saltar, e ele percebeu que havia no País uma grande dificuldade para se obter produtos para a reforma de pneus (esses materiais tinham de ser importados). Foi então que, em meados de 1967, ele decidiu começar a fabricar os seus.

Em 1973, apesar de todas as dificuldades encontradas no caminho por ser pioneira no setor, a Vipal foi finalmente criada por Vicencio Paludo em parceria com o seu filho Arlindo Paludo (atual presidente). A família toda se engajou no projeto de Vicencio, direta ou indiretamente. Atualmente, no entanto, a participação dos familiares é menor, a Vipal se profissionalizou, e a intenção é o contínuo crescimento.

A atuação ? João Carlos Paludo, filho de Vicencio é, hoje, o vice-presidente da Vipal. Ele conta que a empresa, que começou com apenas três pessoas (Vicencio, Arlindo e um funcionário), atua em todo o Brasil e está presente em alguns países do exterior. ?Atualmente, na Borrachas Vipal há cerca de 2,2 mil funcionários, mas em todo o grupo (Paludo Participações S. A.) são quase 3 mil?, conta orgulhoso.

Além de grande no tamanho da equipe, a Vipal também é grande na estrutura. Existem duas fábricas da empresa na cidade de Nova Prata, RS, e a terceira unidade produtiva está sendo construída em Feira de Santana, BA.

Mesmo com toda essa estrutura, a Vipal não está sozinha no setor. A concorrência vem crescendo ano a ano e, para continuar prestando bons serviços e fazendo um bom atendimento a seus clientes, a empresa está sempre pensando em novas soluções. Desde 1988, é feita a coleta seletiva dos resíduos emitidos pela fábrica e, há pouco tempo, foi implementado também um sistema de gestão ambiental. ?Esse sistema controla desde os ruídos que a fábrica emite até os efluentes. Além disso, com a intenção de não exagerarmos no gasto de água, captamos a água da chuva e utilizamos para uso industrial. Quase 40% do nosso consumo de água vem dessa captação?, afirma João Carlos.

Motivação ? Para que seja feito um bom trabalho, é preciso que toda a equipe esteja motivada e feliz. Pensando nisso, a Vipal realiza treinamentos para o crescimento pessoal e profissional de sua equipe e os executivos da empresa estão sempre presentes no campo de trabalho, acompanhando e incentivando a equipe de vendas. ?Nós também fazemos reuniões quadrimestrais com nossa equipe e a cada dois anos uma convenção com toda a estrutura?, complementa.

A Vipal se dedica em conquistar a satisfação direta do cliente, isso é resultado do bom trabalho desempenhado dentro da empresa. ?Nós estamos sempre tentando satisfazer ao máximo nosso cliente e procuramos identificar necessidades e propor soluções a baixo custo para que eles continuem sendo nossos clientes.?

Vantagens ? A reforma de pneus pode ser muito melhor do que se pensa. Segundo João Carlos Paludo, ?com a rodagem, o pneu novo desgasta 25%, e os 75% restantes podem ser reaproveitados uma, duas ou três vezes?. Ele ainda conta que a reforma pode ser 30% mais barata do que a compra de um novo pneu, e que esse é um processo extremamente seguro, que traz benefícios para o cliente e para a natureza. ?Nós temos um programa que se chama RQG (Reforma Qualificada e Garantida), que dá a mesma garantia de um pneu novo a um custo menor. E esse pneu tem no mínimo a mesma durabilidade de um pneu novo. Ou seja, postergamos a reciclagem da carcaça e preservamos a natureza de mais um pneu descartado.?

Depois de 33 anos atuando no mercado, a Vipal já ganhou seu espaço no Brasil e já está conquistando o exterior. A empresa demonstra que setores ainda inexplorados no mercado brasileiro, como era o de reforma de pneus antes da ação de empreendedorismo de Vicencio Paludo, podem ser uma boa alternativa para empreender.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima