Você elogia seus comandados?

Muitas empresas começaram a trabalhar de uma forma diferente , o segredo é “buscar a satisfação de seu pessoal, (clientes interno e externo)”.Muitos gerentes ou chefes imediatos são craques em gritar e ameaçar empregados. Na verdade, eles confundem um esquema competente de motivação com autoritarismo. Muitas empresas começaram a trabalhar de uma forma diferente nestes últimos anos. O segredo é “buscar a satisfação de seu pessoal, (clientes interno e externo)”.Muitos gerentes ou chefes imediatos são craques em gritar e ameaçar empregados em demiti-los. Na verdade, eles confundem um esquema competente de motivação com autoritarismo. Mas, muitas empresas se sobressaem pela sua ampla visão de mercado e em alguns casos, certas pessoas não se encaixam mesmo, embora conheça com profundidade o mercado e suas variáveis. Alguns che…fes acreditam que estão fazendo um favor em admitir uma pessoa.

Por que, às vezes, tem-se a empresa certa, com a pessoa certa, mas o empregado não permanece por muito tempo? Muitos, sobremaneira culpam o empregado e esquecem de olhar para quem lida diretamente com ele, o chefe. Já vi casos de empregados de grandes empresas, às vezes até líderes de mercado partirem para outras, porém, outras longe da qualidade de mercado e bem inferior para as que trabalharam. Para ilustrar, enfim, contaram-me uma história: colocaram um boneco nos fundos de uma empresa com o nome do chefe, e de lado um porrete. Dizem que esse boneco levou tanta pancada que quase fizeram um buraco na parede. Não obstante, o chefe deve ser respeitado por suas habilidades, ele quando tem competência é admirado e copiado, não trabalha com empregados e sim com seguidores; todavia, a hierarquia é uma simples questão de posto. Tudo vai muito além de um respeito pelo chefe. Ele é realmente “admirado.”

Elogio, essa é uma palavra mágica, com elogio você consegue extrair das pessoas forças imensuráveis; contudo, é impressionante como tal proeza faz bem e aumenta a capacidade de força das empresas. Agora, é bom nunca esquecer que o elogio tem que ser sincero e honesto. O primeiro passo para o elogio sincero e honesto é tratar bem as pessoas, dando valor a seus atos, reconhecendo suas qualidades por mais simples que sejam, porque o simples pode significar muito para quem faz. Aqui alguns pontos de reconhecimento ao outro:

a) incentivar as pessoas a falarem sobre elas mesmas e aprender com os ensinamentos;
b) mesmo tendo cargo superior na hierarquia, aceite orientação, sugestão e sempre agradeça;
c) sorria, isso faz um bem danado a você e aos outros.

É impressionante como temos a facilidade de travar as pessoas que lidam com a gente, isso lembra aquele famoso “stroke” são golpes que a gente dá, no dia-a-dia, em quem geralmente gosta da gente: quantas vezes você agradeceu pelo cafezinho que toma todo dia e simplesmente adora; já falou para a pessoa que limpa o chão da empresa que o trabalho dela é simplesmente fantástico? O pior é que geralmente os golpes são mais freqüentes com quem mais a gente ama: nossa esposa e filhos. Portanto, quantas e quantas vezes a gente chega cansado do trabalho e nem sequer percebe que a esposa cortou o cabelo, fez as unhas, isso para agradar o maridão que, logo antes de tudo, pergunta a ela se a refeição está pronta; imaginariamente em seguida, o seu filho chega para lhe mostrar um desenho e você de prontidão diz: agora não, estou vendo a novela. O pior é quando se grita: sai daqui menino, não está vendo que estou ocupado. Até a sogra, muitas vezes, leva porrada da gente sem merecer. Agora reflita, faça um exame de auto-análise e veja como se comporta na empresa? Você é daqueles que sai atirando para todo lado?

Vejamos o caso de muitos gerentes ou chefes imediatos. A grande maioria, senão a exemplo do que falamos no segundo parágrafo, é competente, mas, muitas vezes são injustiçados por alguns empregados.

Porém, o chefe tem a tarefa de administrar talentos, pessoas que sabem de sua importância em um determinado contexto; certamente ele administra um bicho chamado “vaidade”; contudo, todos nós somos pelo menos um pouco vaidoso; e nesse caso, a vaidade é uma arma valorosa para se tirar um bom proveito. Mas, os administradores, às vezes, têm que tomar certas decisões que ferem e decerto são duras para algumas realidades. Por conseguinte, há casos que você deve ter habilidade de conhecer que o chefe ou gerente também pode está sofrendo com certas decisões.

Alguns empregados acreditam que a função do chefe é sempre fazer o melhor para a empresa, é pagar rigorosamente em dia, é manter produtos e serviços com qualidade e política de preço adequada. Certo; mas quantas vezes você chegou para seu chefe e fez um elogio sincero e honesto a ele? Será que você tem idéia das curvas de dificuldades que ele tem que evitar para manter tudo em ordem? Será que você sabe que, muitas vezes, o administrador é quase um mágico para manter a empresa funcionando e conseqüentemente seu emprego, mesmo você sendo competente? Com todo esses infinitos afazeres, devemos convir que o chefe também precisa ser regado com elogios.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima