6 dicas práticas para um recrutamento eficaz

Com a concorrência e o aumento da informação disponível aos clientes, é fundamental contratar bons vendedores e formar uma equipe de vendas campeã, para que a empresa sobreviva. Com a concorrência e o aumento da informação disponível aos clientes, é fundamental contratar bons vendedores e formar uma equipe de vendas campeã, para que a empresa sobreviva. Mas isso só é possível acertando na contratação. Seguem, abaixo, seis dicas para uma contratação eficaz:

1. Identifique o perfil do vendedor ideal ? Analise seus melhores vendedores e verifique as características que fazem com que eles se destaquem, que sejam um sucesso. Procure vendedores com essas mesmas características.

2. Procure esse vendedor ? Procure seus campeões em:

– sites de recolocação (inclusive os gratuitos);

– agências de emprego;

– avisos nos murais da empresa;

– concorrência (não estou dizendo para tirar vendedores de lá, mas fique atento aos bons que, por algum motivo, saírem);

– anúncios em classificados de jornal;

– ambiente informal (Uma recepcionista ou um motorista podem ter o perfil desejado).

3. Selecione os currículos ? Ao receber os currículos dos interessados, faça uma simples leitura para eliminar quem não tem nada a ver com a vaga. Em seguida, telefone para os outros candidatos. Converse rapidamente, verificando sua fluência verbal, repertório, simpatia, tônus vital, se está trabalhando atualmente e outras coisas que desejar.

Depois, os convide para uma entrevista coletiva, reunindo de 10 a 15 vendedores. Faça perguntas ao grupo, peça a eles para venderem algo e avalie a iniciativa, o conhecimento e o comportamento. Ao final, peça para que marquem em um papel o nome de quem escolheriam para a vaga se estivessem no seu lugar (não vale votar em si ). Geralmente, todos escolhem a mesma pessoa.

4. Entreviste os candidatos ? Nada substitui o olho no olho. É importante fazer as perguntas certas, que sempre funcionam, como:

– O que você mais gosta em sua profissão?

– O que gostaria de fazer daqui a cinco anos?

– Qual o seu ponto forte e o seu ponto fraco?

– Qual foi a maior falha que já cometeu, profissionalmente?

– Como tem se atualizado, ultimamente?

– Por que devo contratar você ao invés do outro candidato?

– Quais são seus hábitos no dia-a-dia?

– Como está sua situação financeira?

– Por que saiu do emprego anterior?

E, por último: ?Qual sua experiência em vendas?? Lembre-se: se ele não souber vender, é possível ensinar. Treinamento existe para isso. Mas não dá para ensinar um candidato a ser dinâmico, rápido, bem-humorado, comprometido, etc. Contrate pela personalidade, e não pela habilidade, por que habilidade você treina, personalidade, não!

5. Busque referências ? Entre em contato com o antigo chefe e pergunte:

– Por que fulano saiu?

– Como ele era no dia-a-dia?

– Alguma recomendação ou conselho para eu lidar com ele?

– O senhor o contrataria novamente?

6. Explique os ?não negociáveis? ? Finalmente, após todos os passos acima, faça como a Disney. Explique, mostrando em um papel o que você mais preza e exige de um vendedor e pergunte se ele aceita as regras do jogo. Pode ser pontualidade, boa aparência, atualização constante, bom humor, etc. Caso o candidato concorde com tudo, peça para ele ?assinar as regras?, e pronto. Isso evitará problemas do tipo: ?Mas chefe, eu não sabia!?. Sucesso e boas vendas!

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima