Confira a entrevista com Wendell Carvalho

As coisas têm que ser divertidas. Se não for prazeroso ninguém quer realmente estar ali. Faça sua empresa funcionar com uma grande gincana. As pessoas têm que ter a meta da reunião, a meta do treinamento, a meta do churrasco. Temos que ter objetivos claros e engajar as pessoas nisso.

Sobre o que trata, exatamente, seu treinamento Everest? Qual a grande mensagem?
O EVEREST é um Workshop de 12 horas com foco em Liderança e Coaching. Demoramos alguns anos para desenvolver a metodologia do Workshop EVEREST, pois tínhamos uma enorme preocupação com a aplicabilidade prática dos conceitos e ferramentas apresentadas nas três noites do evento. A grande mensagem que passamos durante o EVEREST é: “Seu papel como líder é desenvolver pessoas e não somente fazer com que elas batam metas. Eis as ferramentas que podem lhe ajudar nessa jornada”.

Como você começou como palestrante/treinador?
Trabalhei durante quatro anos em um dos maiores grupos de varejo do Brasil. Comecei como vendedor, depois agente de prevenção de perdas e qualidade, e depois gestor desse mesmo setor. Lá tinha que, frequentemente, treinar pessoas. Adorei essa mecânica de chegar a uma loja do grupo com Datashow, algumas ferramentas de gestão e virar o jogo. Ver o sorriso das pessoas após os treinamentos era mágico, como ainda é.

Que tipo de empresa geralmente contrata seu serviços? O que buscam?
O foco da Kairos Treinamentos é atuar com pequenas e médias empresas. Temos vários clientes de grande porte, mas gostamos mais de trabalhar com empresas menores. Na maioria das vezes, os problemas são os mesmos e as soluções semelhantes. Quando o problema é liderança temos o Workshop EVEREST, Assessment ACL da Kairos e Coaching. Se as vendas estão com problemas temos o Workshop VENDAS 2.0, a consultoria de remuneração motivadora e a gestão em vendas. Já, se o problema é gestão do tempo, temos o Workshop CRONOS e a consultoria de processos.

Por outro lado, que tipo de evento ou treinamento não é adequado para você? Ou seja, que tipo de problemas, situações ou treinamentos você geralmente prefere não aceitar ou indicar a algum colega?
Processos ligados a Qualidade Total, Six Sigma e 5S, normalmente passamos para empresas parceiras.

Qual o seu diferencial em relação aos outros palestrantes? Qual a sua “marca registrada”?
Meu diferencial é a conexão prática dos temas com a realidade corporativa. O aluno tem que, no dia seguinte ao evento, ser capaz de colocar tudo em prática. Sem isso, para mim, não tem lógica treinar pessoas.

Além do seu próprio site (www.kairostreinamentos.com.br), que outros sites na nossa área você recomendaria?
Recomendo:

Quais são seus livros de negócios ou autores preferidos?
Alguns autores e suas características:

  • Jack Welch – Pragmático, lógico, direto.
  • Oscar Motomura – Sistêmico, profundo e reflexivo.
  • Ken Blanchard – Didático e um ótimo contador de histórias.
  • Stephen Covey – Inspirador e humano.

Sobre as palestras

Qual sua palestra mais memorável, a que mais lhe marcou?
Foi a palestra “Liderança em Hollywood 300” (baseada no filme 300) realizado na cidade de Rondonópolis- MT. Mais de 800 pessoas estavam presentes no evento. Foi uma noite mágica. Foram mais de três horas de conteúdo e no final ainda abrimos para perguntas, o que levou mais uma hora. Foi fantástico o comprometimento das pessoas em aprender.

Qual a situação mais desastrosa ou engraçada que já ocorreu numa das suas palestras ou eventos?
Aconteceu algo emocionante. Certa vez, em uma palestra para mais de 400 pessoas fiz uma atividade ligada à construção de metas. A pessoa que participou do evento subiu ao palco comigo e fez a atividade como exemplo para as outras ao longo da palestra. Foi uma voluntária. Três meses depois ela me ligou chorando e dizendo que a meta tinha sido atingida. Isso não tem preço. Até hoje me emociono com isso.

Qual é o maior erro que você nota nas convenções ou treinamentos das empresas?
As pessoas devem sair de qualquer convenção com um check-list do que devem fazer após o evento. Toda convenção deveria fornecer um resumo de todas as ideias após o evento, colocar os principais tópicos em um papel cartão, tamanho A4. O cara tem que ler aquilo, algumas vezes, após o evento. Isso ajuda muito nossos alunos.

Por que você acha que tantas reuniões e treinamentos são chatos ou improdutivos? O que poderia ser feito para melhorar isso?
As coisas têm que ser divertidas. Se não for prazeroso ninguém quer realmente estar ali. Faça sua empresa funcionar com uma grande gincana. As pessoas têm que ter a meta da reunião, a meta do treinamento, a meta do churrasco. Temos que ter objetivos claros e engajar as pessoas nisso. Exemplo: entre em uma reunião com um problema na mão. Separe as pessoas em grupos de quatro. Solicite para cada grupo três formas de solucionar aquele problema. Cada ideia tem que estar em uma cartolina. Todas as cartolinas vão para a parede, onde as pessoas votam nas melhores ideias. Coloque tempo para que tudo isso aconteça. Assim, as coisas se tornam mais divertidas e dinâmicas.

Conselho: que grande conselho ou dica você daria para alguém que quer melhorar seus resultados no trabalho e, ou, na vida?

  • Nunca reclame de nada, nem de ninguém.
  • Se perceba mais forte que o ambiente. Atue SEMPRE sobre o que depende de você.
  • O mundo é duro mesmo, não espere nada diferente disso.
  • Só trabalhe com atividades que lhe dê prazer. A vida é curta para fazer o que você não gosta.
  • Seja uma referência em alguma coisa. O melhor da sua cidade naquilo.

Algum último recado que queira dar aos nossos leitores?
Sim, a Kairos Treinamentos esta buscando parceiros comerciais em outras cidades. Mais informações pelo e-mail [email protected]. Informação de contato:


WendellWendell Carvalho é consultor, palestrante e fundador da Kairos Treinamentos, além de ser também consultor da SR Consultoria. Expert em Liderança, é um dos únicos palestrantes no mundo com MBA em Liderança Organizacional pela Franklin Covey e Coach pelo ICI. Wendell tem especialização em Formação de Lideres, Coaching para Equipes e Executivos, Formação de Arrojadas Equipes de Vendas, Treinamento ao ar Livre (TEAL), Gestão do Tempo e Produtividade.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima