Coragem de mudar para melhorar

5 pontos que podem levá-lo a melhores resultados Há quatro anos, a diretoria de uma conceituada empresa se encontrava em um momento de dificuldades financeiras, devido à falta de vendas. Ela falava que tinha ociosidade na produção, mas na realidade tinha problema com a área comercial.

Uma indústria com 40 anos de vida. A diretoria estava em um impasse, pois havia tentado todas as alternativas possíveis: criou novos produtos, trocou de fornecedor, alterou o turno de produção e reduziu o custo de distribuição. Ela obteve melhorias, mas em vendas teve pouco resultado.

É muito comum diretores e gerentes se relacionarem bem com outros colegas do mesmo ramo de negócios, trocar idéias, falar sobre as reclamações do mercado e até dos colegas concorrentes que não estão presentes. Essa empresa não fugia às regras. Tinha estreito relacionamento com seus concorrentes, até porque dois deles eram ex-funcionários.

O que acontece na vida das pessoas também ocorre dentro das empresas ? medo de mudar algo que todos sabem que precisa ser mudado. Mas ninguém quer quebrar a rotina que acompanha a empresa há 40 anos. Diante desse cenário, é normal encontrar pessoas ansiosas, descrentes e céticas em relação a qualquer pensamento ou idéias diferentes das que já conhecem.

Hoje, compartilho com você os pontos mais importantes, as diretrizes e atitudes que levaram a diretoria e a gerência de uma empresa de 40 anos a reencontrarem o entusiasmo e o vigor para iniciar um novo ciclo de prosperidade. Isso há quatro anos. Ela saiu de um faturamento de 1,1 milhão de reais, chegando quatro meses depois a 1,7 milhão de reais e, hoje, atinge 3,3 milhões de reais mensais.

1º Acima dos interesses pessoais estão os interesses da empresa

São os interesses da instituição que mandam em nós a partir desse momento. O seu grau de comprometimento com os interesses da empresa será avaliado em todas as dependências, reuniões ou encontros com outros colegas. Problemas e dificuldades existem e sempre irão existir, o que não se deve tolerar é a contrariedade ou a revolta por ter de enfrentar cada um dos problemas e não desistir até resolvê-lo da melhor maneira possível.

2º Diretores e gerentes são contratados para facilitar e decidir

Nesse momento, o que menos importa é achar culpados ? seja de dentro ou de fora da empresa. A partir de agora não serão aceitos nenhum tipo de crítica, reclamação ou desculpa. A pergunta que todos devem ter em mente, no computador, na parede da sala ou atrás da porta é: ?O que eu posso fazer para ajudar, minimizar e resolver este problema positivamente??. Não importa de qual setor seja, lembre-se de que os interesses da empresa estão em primeiro lugar. Cuidado para não atropelar seus pares ou colaboradores, use o bom senso e a humildade sempre.

3º Ter boa vontade e entusiasmo até os problemas serem resolvidos

O que menos se quer ver é pessoas de cabeça baixa e semblante tenso. A empresa precisa sempre do mais alto estado de ânimo de cada um. O que menos importa são as diferenças pessoais. Deixe o ego em segundo plano. Uma vez resolvido o problema da empresa, 80% dos problemas internos também serão resolvidos.

4º Vendas não é tudo, mas é o que mantém a empresa e a faz crescer

Todos os diretores e gerentes devem se envolver diretamente com vendas quando o momento exige esse tipo de atitude. Um diretor de produção deve ligar para alguns representantes e oferecer seu apoio para ajudá-los a aumentar as vendas. O gerente-administrativo também pode fazer isso. O gerente de marketing, até para acompanhar as dificuldades de campo, deve acompanhar os representantes nas visitas. O diretor-financeiro pode ligar para clientes e representantes. Faça isso e colha os resultados dessa atividade. Isto é algo que a empresa precisa fazer mais: reconhecer a importância do pessoal que tem a responsabilidade de efetuar as vendas, não pela comissão, mas pelo relacionamento pessoal com os gerentes e diretores.

5º Faça o que precisa ser feito. Acabaram as reuniões das 09h30 às 17h30.

Todos estão tão entretidos com a execução do seu plano de trabalho que não devem ser interrompidos para tratar de assuntos que podem esperar. Tente resolver os problemas envolvendo somente quem vai decidir e quem vai executar ? os demais devem compensar a ausência dos que estão em reunião.

Nesses 14 anos, a VendaMais se tornou o melhor canal de orientação profissional para a área de vendas e, com isso, vem contribuindo significativamente com a competitividade e prosperidade das empresas brasileiras. Há dez anos, escrevo regularmente para essa revista e parabenizo ao Raúl Candeloro e toda sua equipe pelo brilhante trabalho que realizam. Muito sucesso!

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima