Endomarketing para que?

A valorização do endomarketing ? o marketing voltado para o cliente interno ? leva também ao sucesso no mercado. Endo = interno
Marketing = conjunto de análises e ações que objetivam suprir as necessidades dos clientes, gerando satisfação.

O cliente interno nada mais é que aquele colega de trabalho com o qual mantemos contato direto, ou não, e cujos objetivos estão entrelaçados, ou seja, também tem o objetivo de desenvolver as atividades internas da maneira mais eficaz possível ? o que certamente resultará no crescimento e longevidade da organização.

É sempre bom lembrar que as falhas internas das organizações não podem repercutir nos clientes ou serem notadas por eles. Mas de que forma podemos administrar as falhas inerentes aos seres humanos de modo que elas não interfiram na qualidade do atendimento?

É interessante observar que a maioria das organizações que se destaca nos seus respectivos segmentos privilegia estratégias de políticas, de Recursos Humanos e de vanguarda, investindo maciçamente em treinamento e desenvolvimento, além de se preocupar incessantemente com o endomarketing.

Mas qual é a melhor forma de aflorar o endomarketing?

Em primeiro lugar, políticas de Recursos Humanos devem ser implantadas e geridas por pessoas preparadas para isso e que, antes de tudo, compreendam que o trabalho desse setor não é simplesmente distribuir benefícios, mas extrair dos empregados o melhor do seu profissionalismo e atitudes com o objetivo de gerar resultados para a empresa.

Além da implantação e gerenciamento de políticas, é fundamental que se tenha um bom ambiente de trabalho, em que as pessoas se sintam ?em casa?, não apenas no quesito liberdade, como também na responsabilidade com o desenvolvimento de suas tarefas, com a preservação do mobiliário, máquinas, equipamentos, etc.

Observe um empregado que trabalha em uma empresa vitoriosa e que valoriza as boas práticas do RH. Quando você pergunta a ele: ?Onde você trabalha??, a resposta vem em alto e bom tom: ?Na empresa tal!?. Podemos perceber que ele fala com orgulho o nome da instituição, mesmo fora do ambiente de trabalho, carrega consigo um ?reluzente crachá imaginário?. Já aquele que trabalha em uma empresa medíocre responde normalmente assim: ?Trabalho na atividade tal?, ou seja, ele privilegia a função e não a organização.

Concluo que temos acompanhado a situação em que se encontram as empresas no Brasil e que se vêem cada vez mais açoitadas por um governo que se nega a enxergar o caos que cria, ora com uma carga tributária extorsiva, ora se tornando o inadimplente ?mor?, causando enorme transtorno na economia nacional.

Agora mais do que nunca, já que os investimentos em benefícios e políticas de Recursos Humanos que geram despesas estão suspensos nas organizações, é hora de investir nas pessoas da forma mais simples possível, fomentando o endomarketing e gerando motivação para que as empresas se beneficiem da ?energia positiva? emanada pelos empregados.

Conteúdos Relacionados

Rolar para cima