Novas pipocas do futuro

Faith PopCorn é uma futurista americana muito criativa. Seu último livro Dicionário do Futuro tem algumas previsões no mínimo instigantes. Depois de ler a referida obra, lembrei-me também de alguns termos que aprendi na World Future Society e fiz uma mescla. Em verdade, a maioria das idéias é da Faith ( uns 70%) e outros são os nossos complementos. Faith PopCorn é uma futurista americana muito criativa. Seu último livro Dicionário do Futuro tem algumas previsões no mínimo instigantes. Depois de ler a referida obra, lembrei-me também de alguns termos que aprendi na World Future Society e fiz uma mescla. Em verdade, a maioria das idéias é da Faith ( uns 70%) e outros são os nossos complementos. O importante é que ainda vamos ouvir algumas palavras no mínimo instigantes.

Ortorexia ? nome completo ou ortorexia nervosa, que vai significar a obsessão doentia por ingerir alimentos saudáveis e evitar até mesmo a menor porção de gordura, conservante ou sal.

Scanneurose ? é um misto de scanner e neurose e vai descrever a obsessão que pacientes passarão a ter por técnicas médicas digitalizadas disponíveis. Como vai ser fácil você ver se tem alguma doença através da medicina digital, teremos um prato cheio para os hipocondríacos.

Sucessite ? significa a crença quase religiosa que você não pode falhar, que está destinado ao sucesso. A necessidade absoluta de “dar certo” vai gerar uma boa fonte de receita para os médicos especialistas nesse tipo de doença.

Reencarnação industrial ? com o aumento sucessivo da reutilização de materiais vão surgir novas aplicações; então, aparecerá esta nova forma de comportamento em que, segundo Faith PopCorn, ocorrerá uma grande curiosidade de ao comprar uma camiseta você saber que ela primeiro veio ao mundo como um pneu. Esta vai gerar neurose brava.

Reuniões cruzadas ? isto talvez não seja do futuro. Semana passada participei de uma. Seis pessoas cada uma com 2 celulares desenvolviam múltiplas reuniões (eu somei cerca de 32). Tudo ao mesmo tempo. É evidente que nenhuma delas levou a nada.

Reuvista ? serão revistas que vão fazer a combinação de editoriais genéricos com conteúdos customizados para a distribuição na Internet. Cada um vai receber matérias exclusivamente próprias para si próprio.

Edutenimento ? em função do aumento brutal da educação e da necessidade de entretenimento, as duas atividades se juntarão e formarão este novo campo de potencialidade.

Termotecidos ? com o desenvolvimento da nanotecnologia e da indústria têxtil, vestiremos camisas que terão condutores de equilíbrio de temperatura. Você não passará mais pelo medo de sentir frio ou calor em função da sua vestimenta.

Quiaboburguer ? será um quiabo com gosto de hambúrguer, adorado pela crianças, que trará a saúde do quiabo e o gosto do hambúrguer.

Permatemporários ? classificação de funcionários, hoje já existente, em que colaboradores temporários de forma permanente formarão esta nova classe social.

Adulescente ? um novo gênero do ser humano que significa o adulto adolescente. Cada vez mais com as dificuldades do mundo externo, especificamente no mercado de trabalho, será normal um adulto com 45 anos ainda morar com os pais, formando esta nova e perigosa categoria.

Chá de divórcio ? com a evolução da sensibilidade das pessoas e da maturidade do ser humano, o ato de separação de um casamento não será uma coisa grave que gera lutas; pelo contrário faremos uma festa de separação.

Privilégio da distância ? haverá uma nova categoria de advogados especializada na defesa da distância mínima entre as pessoas. Este fenômeno é gerado pelo abuso absoluto que as pessoas têm ao falar no telefone celular, provocando um verdadeiro assédio moral e auditivo.

Acordos pré-pré-pré nupciais ? também em função da elevação do nível de consciência e maturidade das pessoas e visando um tempo mais longo para os casamentos, cada vez mais esta união conjugal será estabelecida em acordos anteriores muito bem redigidos.

Infofobia ? um tipo de doença já existente, mas que vai se agravar no futuro e que consiste no pânico permanente que as pessoas têm de estarem desatualizadas em função da infinitização das informações chegando de alguma forma à sua cabeça.

Dia Alfa ? esta idéia muito criativa de Faith PopCorn é imperdível. Em função das mudanças no mundo os dias passarão a ter 21 horas, o que vai gerar um oitavo dia na semana. Evidentemente, os worhaholics usarão para trabalhar e os praticantes do “ócio criativo” na linha Domenico de Masi usarão para descansar.

Cibliotecários ? serão os bibliotecários cibernéticos que vão organizar as pastas do computador de modo a otimizar o acesso às informações.

Diretor Social ? em função da absoluta necessidade de integração e desenvolvimento da cultura da empresa, o novo cargo surgirá com o objetivo de maximizar o relacionamento interpessoal de colaboradores permanentes, temporários e permatemporários.

Mordomo da tecnologia ? a profissão já existente em alguns hóteis americanos em que especialistas em informática são chamados para socorrer algum problema no computador do hóspede.

Sussurradores ? considerando que os clientes demonstram irritação cada vez maior, as estratégias das equipes de serviço aos consumidor começam a mudar. Em vez de gritar com o cliente, eles vão sussurrar.

Coletologistas ? a mania desenfreada de colecionar objetos e muitas vezes qualquer objeto, passará a ser profissão reconhecida por um órgão de classe e pelo CNO (cadastro nacional de ocupação).

Filtradores da informação ? de certa maneira concorrentes dos cibliotecários, serão profissionais que vão selecionar os temas interessantes a cada usuário.

Personnal Motivator ? profissão com grande potencialidade no futuro. Será uma evolução dos terapeutas e psicólogos e também um claro desenvolvimento dos livros de auto-ajuda. Você contará com este profissional de maneira permanente para eliminar seus momentos de angústia.

CPO (Chief Personnal Office) ? será o responsável pela nova, importante e refigurada área de Recursos Humanos das empresas.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima