O que você tem que eu não tenho?

A importância da diferenciação Dificilmente você venderá um produto que não tenha atrelado um conjunto de serviços, isso se o seu produto não for em si um serviço. Por isso, tão importante quanto você dominar e conhecer profundamente os produtos que vende, é essencial que você domine muito bem os serviços que seus produtos oferecem.

Muitas vezes, nossa competitividade em relação aos concorrentes está nos serviços que oferecemos, e não nos produtos. Os produtos tendem a ser cada vez mais parecidos, com as mesmas características, por isso os preços acabam nivelando-se.

Uma forma de nos diferenciar é buscar oferecer serviços desejados pelos clientes ou até mesmo surpreendê-los com ofertas que eles sequer sonham. Lembram-se quando uma montadora apareceu com a garantia total de três anos? Ninguém acreditava. O que na verdade esse fabricante queria ao dar a garantia de três anos era demonstrar que seus carros não quebravam.

Quando a equipe de vendas não entende a estratégia por trás dos serviços, deixa de explorar essas vantagens competitivas.

Explore os pontos positivos ? Os campeões em vendas sabem que ética é fundamental. Atacar os produtos dos concorrentes não é nada inteligente. Quando você fala mal dos produtos da concorrência está falando dela ?indiretamente?, como seu cliente não é bobo ele pode tentar verificar suas informações dando uma oportunidade a seus concorrentes de também oferecerem seus produtos.

Vendedores experientes falam e enfatizam as qualidades de seus produtos e serviços. Quais são os diferenciais dos seus produtos e serviços em relação aos seus concorrentes? O que você pode fazer pelo cliente que a concorrência não conseguem acompanhar? No que seu produto é melhor ou diferente?

Quando você fala sobre as vantagens dos seus produtos e serviços, está ao mesmo tempo apontando as diferenças dos seus concorrentes, porém sem mencioná-los, e isso faz toda a diferença na percepção do cliente sobre seu comportamento ético e de elegância.

Aqui você começa a entender por que vendas não é para qualquer um. Vendas demanda estratégia. É preciso fazer-se entender sem necessariamente ter de falar explicitamente. Para montar essa estratégia, o bom vendedor tem em mente o fruto de seu estudo e de seu conhecimento, as comparações entre os seus produtos e dos concorrentes, sabe em que é melhor e em que precisa melhorar. Mas na hora de expor isso ao cliente, refere-se sempre e somente aos seus produtos. Portanto, quando for vender, fale dos seus produtos e deixe o cliente tirar as conclusões sobre a concorrência.

Conteúdos Relacionados

Dica número 1 de liderança em vendas

Volta e meia recebo perguntas como esta: “Raul, se você pudesse me dar só uma dica sobre como ser um gestor melhor, qual seria?”

Procuro evitar responder questionamentos como este porque eles costumam vir de alguém que está procurando um atalho ou uma pílula mágica, mas a verdade é que sempre existe mais de uma opção para resolver um problema ou desafio – por isso mesmo, buscar uma única ferramenta milagrosa raramente traz os melhores resultados.

Continuar lendo
Rolar para cima